Spotify Running. Mais em http://sempickles.com/maionese.
música, run forrest run

Novidade na área: Spotify Running

Spotify, seu danadinho! Embora muitos corredores gostem/prefiram correr sem música, confesso que pra mim ainda é dureza abrir mão dos fones de ouvido pra treinar. Sinto que tem horas que atrapalha ouvir uma playlist “equivocada” (exemplo: se o treino é mais moderado e você ouve um rock rapidão, não tem jeito, vai querer correr feito louco e aí, tchau treino). Por isso, achei tão bacana a tal Spotify Running.

Spotify Running. Mais em http://sempickles.com/maionese.

Spotify Running. Mais em http://sempickles.com/maionese.

Se você já é usuário/assinante do Spotify, já sabe como ele funciona. No caso do Spotify Running, é o seguinte: a plataforma identifica o seu ritmo de treino e toca as músicas certas para a corrida. Seja na rua, na piXXXta ou esteira , você corre ouvindo uma seleção especial de músicas favoritas ou então músicas novas.

Tem até um videozinho pra dar um gostinho de quero mais:

assistir: This is Spotify Running

Por enquanto, a novidade está disponível para iOS, em breve no Android. Alguém já testou? Vou testar e depois conto pra vocês aqui no post.

acompanhe o Maionese por aí:

 curta a nossa página no Facebook  siga no Instagram  acompanhe os tweets 

Um Gosto de Verão. Resenha do livro em http://sempickles.com/maionese.
leituras

Resenha: Um Gosto de Verão, Helen Walsh

Mesmo com tantos percalços e vício em séries, esse ano tem sido bem produtivo no quesito “resenhas”. Me permiti ler livros aleatórios, muitos deles lançamentos que não leria “normalmente”, justamente para praticar um exercício de deixar a mente passear por aí, sem compromisso. Tento intercalar um que quero muito ler com outro que quero ler “mais ou menos” ou que não esperava ler. Nesse ponto, agradeço imensamente pela parceria que o blog tem com as editoras, que me permite escolher títulos de gêneros que não costumo ler.

Recebi da Rocco há alguns meses o livro “Um Gosto de Verão”. Li um pouco depois de ter recebido mas acabei ~arquivando~ a resenha. Então, antes de falar sobre, vamos à sinopse da editora:

Sol, desejo e obsessão dão a tônica do aclamado romance Um gosto de verão, da britânica Helen Walsh. Premiada com o Somerset Maugham e comparada a Irvine Welsh já em seu livro de estreia, a autora surpreende ao revisitar um tema recorrente na literatura – a chegada de um intruso que quebra o tênue equilíbrio de uma casa -, adicionando a ele luxúria, tensões psicológica e sexual em alta voltagem.

Quando vi a comparação com Irvine Welsh já fiquei animada (tem resenha de Skagboys aqui, cês viram?). Continuando na sinopse:

Todo ano, o casal Jenn e Greg viaja para a costa da Ilha de Maiorca, na Espanha, para passar o verão. Dessa vez, eles recebem a visita da enteada de Jenn, Emma, e seu namorado, Nathan. Mulher madura, Jenn jamais imaginou que a simples presença de um jovem belo e ousado pudesse despertar tamanho desejo, que evolui para a obsessão.

Minhas impressões: a autora consegue transmitir a atmosfera de férias e praia ao descrever as situações. Você sente aquele frescor das férias à beira mar, o vento, a leveza dos dias. Essa ambientação é importante para construirmos em nossas mentes o cenário em que se passa a história. Até mesmo para visualizarmos e simpatizarmos com os personagens.

Um Gosto de Verão. Resenha do livro em http://sempickles.com/maionese.
Outra coisa que notei: a tensão sexual que rola entre os personagens. Esse detalhe é bem visível desde o começo da narrativa, porém sem ser aquela coisa “50 Tons de Cinza”. Você sente que tá rolando um clima mas de forma envolvente, o suficiente pra gerar interesse nos leitores. Fica aquele gostinho de “quero mais”, um “sexy sem ser vulgar”.

Em relação aos personagens: não simpatizei com ninguém. Era pra gente curtir a Jenn, entender que ela se sentiu atraída pelo moço lá, mas no fim das contas não cola, você fica até meio bravo com o desenrolar das coisas. Não sei, me senti um pouco “traída” com o livro. Gosto quando termino uma leitura e sinto saudades dos personagens. Nesse caso, fechei o livro e falei “ok, próximo”!

Um Gosto de Verão. Resenha do livro em http://sempickles.com/maionese.

Geralmente compartilho no blog resenhas de livros que gosto muito. Não é que tenha odiado esse livro, mas não morri de amores. Achei okay e tal. Sinto que faltou algo, sabe? Talvez um pouco mais de carisma, um pouco mais de aprofundamento nas histórias dos personagens principais.

Ficha Técnica

Título: Um Gosto de Verão
Autor: Helen Walsh
Editora: Rocco
240 páginas
Skoob

acompanhe o Maionese por aí:

 curta a nossa página no Facebook  siga no Instagram  acompanhe os tweets 

mulherzices, run forrest run

Lançamento: Nike Photosynthesis Pack

Enquanto por aqui as temperaturas caem, lá no hemisfério norte o verão já começa a dar pinta. Com isso, as marcas investem pesado em coleções que exalam o frescor e colorido da época. Tipo a Nike, que lançou no dia 11 de junho a linha Photosynthesis, uma coleção maravilhosa de itens para corrida. Lembrou bastaante as padronagens da FARM para adidas.

Nike Air Zoom Pegasus 32 Photosynthesis (feminino e masculino)
image

Nike Free 5.0 Photosynthesis (feminino e masculino)

image-3

Nike LunarGlide 6 Photosynthesis (feminino e masculino)

Por aqui, a linha chega às lojas no dia 22 de junho, com produtos a partir de R$ 89,00. Será que vão jogar os preços lá em cima nos tênis? Torcendo pra ficarem na média, porque já estou sonhando com um Pegasus desde já!

música

No iPod: Phoebe Ryan – Dead

Achei uma delícia esse som da moça Phoebe Ryan. Encontrei por acaso no Spotify, logo tratei de pesquisar sobre a bonita e descobri que ela costumava compor e por incentivo de amigos, resolveu investir na carreira de cantora. Ela define seu som como “indie-pop”, senti de leve uma pegada meio anos 90, época em que ouvíamos cantoras de ~voz macia~ como Natasha Bedingfield. Ou Natalie Imbruglia <3.

Uma das músicas que mais gostei foi “Dead”. Pra ouvir, é só clicar no player abaixo:

Phoebe Ryan – Dead

Ela vem sendo apontada pelos principais veículos de música como “artists to keep an eye on it”. Já tem EP da Phoebe no Spotify e também algumas parcerias, onde a gente pode ouvir a voz doce da jovem cantora californiana. Em alguns momentos, sua voz me lembra a da Britney Spears, mas beeeem às vezes. Vou acompanhar.

Série Delta | Maionese
variedades

Como foi a Série Delta – Etapa Alemanha no RJ

Acordar cedo num domingo. Estamos em junho e as manhãs já começam a ser mais frias do que de costume, o “inverno está chegando”… Na véspera, separo as roupas mais confortáveis, todo o ~equipamento~ para correr ao lado de um tanto de loucos que repetem o mesmo processo em suas casinhas. A corrida de rua se tornou uma febre no Brasil e não é pra menos. A energia da largada e do cruzar a linha de chegada tem arrastado multidões pelo país.

No último domingo participei da Série Delta – Etapa Alemanha a convite da Biofenac. Esse circuito está dividido em três etapas e acontece no Centro do Rio, um lugar que amo nessa cidade mas que voltou a figurar nas manchetes policiais por conta da violência (já vimos esse filme na década de 90, certo?). Gosto muito de correr no Aterro do Flamengo mas o Centro é muito mais divertido. A pista não é tão regular já que em alguns trechos há paralelepípedos e tal porém correr entre prédios que fazem parte do cotidiano de quem trabalha pelo bairro, passando por museus e ruas históricas, cedinho, com céu azul, é muito épico!

Série Delta | Maionese

Pela primeira vez, notei que a organização do evento deu um “chega pra lá” na pipoca (corredores não inscritos nas provas que costumam largar junto com os inscritos). Acompanhei algumas discussões sobre o assunto em grupos de corrida e a galera tem se dividido bastante em relação ao assunto – eu, particularmente, não sou contra. A Série Delta não é uma prova tão lotada quanto Circuito das Estações e acredito que esse detalhe tenha ajudado na hora de controlar a entrada no “curral” de largada (segurando quem não tinha número de peito na camisa), não sei se a medida funcionará em provas mais cheias. De qualquer forma, a organização do evento foi impecável.

Pra mim, foi uma experiência muito feliz depois de alguns meses treinando com a GO. O último mês foi complicado devido às sucessivas crises de rinite, que agora estão sendo tratadas por um alergista. Treinei pouco, dando o devido tempo para o corpo se ajeitar por dentro. Há duas semanas, já melhorando, comecei a fazer bike indoor e treino funcional (no lugar da musculação, que eu ia de vez em nunca). Impressionante como 4 aulas depois tive uma melhora no cardio e segurei lindamente os 5km com um tempo bem menor do que vinha fazendo (caiu 3 minutos). Pace aumentou e o condicionamento físico também. Não tem segredo, galera, é questão de treino!

Papai também correu, fez seus habituais 10 km. E assim, voltamos muito contentes pra casa, já pensando nas próximas provas. Estou começando um treinamento para 6km | 8 km | 10 km. Um pouco assustada mas o desafio foi aceito.

Série Delta | Maionese

Série Delta | Maionese

amor

Will you be my valentine?

E já são quase 7 anos. E esse é o sexto dia dos namorados que passamos juntos. Eterno namorado. Companheiro, amigo. Desde o nosso reencontro, já nos transformamos tanto, e seguimos planejando novos sonhos, conquistando tanta coisa boa. Juntos. Sempre juntos.

Hoje tem presentinho sim. Mas, mais do que isso, tem o nosso sorriso bem escancarado no topo do blog. E nos porta-retratos da casa que começa a se encaixotar para seguirmos rumo ao novo lar. O NOSSO lar. Não podia estar mais feliz, é um momento tão gostoso ao lado do meu parzinho!

E tem playlist pra ouvir juntinho, viu?