Parque do Amor | Maionese
amor

O que é o amor?

~ Na foto: El parque del amor, Lima/Peru ~

Fecho os olhos e penso por alguns minutos em todo o amor que já recebi nessa vida. Talvez, dessa forma, consiga colocar em palavras nesse post “o que é o amor”. Família, amigos, namoradinhos… cada um já amou/foi amado de uma determinada forma. E todas essas experiências construíram uma “ideia” do que é amor. Acho que é assim que funciona, certo?

Como bem definiu a Tany, em um texto maravilhoso de lindo, o amor é agridoce. E eu concordo, diante de todo o meu aprendizado. É mesmo um sentimento doce e amargo. É bonito, é grandioso, é de uma força inexplicável, mas nem sempre é essa belezura toda. Nada na vida é só felicidade, certo? Diga se não é verdade: é por amor que queremos ser cada vez melhores. É por causa do amor que conquistamos tanta coisa na vida. Sem amor eu nada seria. E não seria mesmo. Não teria feito/desfeito tantos planos. Seria alguém escondido em uma caverna, rezando pra nunca ser encontrado.

Hoje vivo um dos momentos mais importantes desses 33 anos. E tem muito amor nesse momento. Dos meus pais, meus maiores incentivadores nessa vida. Em tudo, tudo mesmo. Tanto na coisas que deram certo quanto nas que saíram meio tortas, mas que sempre nos deixam lições importantes. Amor da avó, amor do irmão. Amor dos bichanos e do companheiro que escolhi pra dividir mais do que a playlist de canções favoritas. Cada um desses amores merece um texto só pra eles.

um novo lar

Amar é torcer pelo outro, embarcar no sonho como se não houvesse amanhã. Mas é também puxar pro Planeta Terra, mantendo os pés no chão. É sim e não. É ying e yang. É querer estar sempre junto, sentir saudade, deixar partir quando se chega a hora. Amar é cuidar, mesmo sabendo que certas dores são somente daquela pessoa – e que nem sempre dá pra gente fazer mais do que um cafuné e uma fornada de biscoitos amanteigados.

O amor é isso tudo e mais um pouco. É respeito, compreensão. A energia que nos motiva mesmo quando nada parece fazer muito sentido.

Amor é o que faz essa vida valer a pena.

Este post faz parte do rotaroots, grupo de blogueiros de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogsfera viva. Se você se identifica com o projeto, vem com a gente clicando aqui.

acompanhe o Maionese por aí:

 curta a nossa página no Facebook  siga no Instagram  acompanhe os tweets 

Gatos - O Livro de Colorir | Maionese
bonitezas, leituras

Lançamento Record: Gatos – O Livro de Colorir

Todo mundo já sabe a febre que tá sendo essa vibe do livro de colorir. Eu sabia que tinha muita gente participando só pelos feeds das redes sociais em que estou porém outro dia, ao passear pelo Centro do RJ, vi pessoas se debruçando loucamente sobre banquinhas de ambulantes vendendo lápis de colorir. Eram lápis de todas as cores e tipos. Achei divertido e ao mesmo tempo fiquei impressionada pois fazia algum tempo que eu não via essa comoção toda em prol de algo que estivesse na moda. Me lembrou os tempos de papel de carta.

Eu já tinha tentado brincar de livro de colorir/escrever com aquela onda do “Destrua Esse Diário” mas acabei não saindo da primeira página. Ao ver todos esses livros com mandalas e jardins, ensaiei uma estreia mas sou tão ansiosa que sofreria em não conseguir finalizar minhas pinturas e isso me deixaria frustrada. Porém, tremi nas bases quando vi esse lançamento do Grupo Editorial Record pra junho. É um livro de colorir. Com gatos. Apenas.

Gatos - O Livro de Colorir | Maionese

De acordo com a editora:

Com ilustrações criadas especialmente para os entusiastas de felinos, “Gatos: O livro de colorir” tem estampas ricas em detalhes e é repleto de possibilidades artísticas. Uma válvula de escape para um mundo repleto de corações, motivos floridos, diferentes texturas e, é claro, gatinhos. É só escolher seu local da casa e suas cores favoritas, e esquecer os problemas que tiram seu sono. Aqui não há regras: siga sua imaginação! Relaxe, inspire-se com os bichanos e crie um deslumbrante universo!

O danado já está em pré-venda na Saraiva (só clicar aqui http://bit.ly/GatosColorirSaraiva). Eu “vou ter que” me render ao colorê por motivos de lindeza extrema. Quem quiser dar dicas de coisinhas pra pintar, favor se manifestar nos comentários!

filmes

Assistidos: Amores Imaginários, Tomboy e O Abutre

Hoje resolvi indicar três filmes bem distintos porém com um detalhe em comum: todos foram premiados de alguma forma em festivais de cinema pelo mundo. Os dois primeiros são sugestões mais “alternativas”, o primeiro pode causar certa estranheza aos que estão mais acostumados a filmes “blockbusters”. O último é mais Hollywood porém com uma pegada dark interessante.

Chega de papo furado e vamos à seleção!

1. Amores Imaginários

Adoro quando sou surpreendida por um grande filme. Já tinha ouvido falar do filme, “belo dia” vi o filme dando sopa no Netflix e parei pra assistir. Dirigido e estrelado pelo jovem canadense Xavier Dolan, conta a história de dois amigos que tem a vida balançada por um jovem forasteiro, cheio de mistério e tudo mais. Poderia ser mais um filminho cliché mas com a lindeza de fotografia e trilha sonora, passa a ser algo além.

2. Tomboy

Esse filme foi premiadíssimo na época de seu lançamento em diversos festivais. Também pudera. A atuação perfeita de uma atriz tão jovem e sem muita experiência frente às câmeras, uma história que vem sendo cada vez mais discutida, tudo isso feito de um jeito tão delicado e bonito. Tem horas que o coração aperta porque a gente sofre junto com a personagem. Não vou falar mais, assistam, por favor!

3. O Abutre

Fiquei muito ansiosa pra assistir a esse filme na época em que foi lançado. Falaram maravilhas da atuação de Jake Gyllenhaall e sei que ele dá show com aquele olhar psicótico, principalmente quando o filme pede esse tipo de atuação mais on fire. E é isso que ele entrega nesse suspense que vai te fazer pensar no seguinte: qual é o limite da busca pelo sucesso?

Dica: todos os filmes estão disponíveis no Netflix! \o/

Ruffled - photo by http://www.kelseaholder.com/ - http://ruffledblog.com/cambria-pines-lodge-wedding/
bonitezas

Fotos de casamento em dupla exposição

A técnica da dupla exposição tem sido bastante explorada na fotografia de uns tempos pra cá. O Fubiz chamou atenção para a tendência nas fotografias de casamento, um mercado que se reinventa a cada ano – quem acompanha mais de pertinho as novidades nessa área, entende bem.

Gosto muito da energia e aura que a técnica de dupla exposição acrescenta aos retratos. E em termos de casamento, fica ainda mais maravilhoso. Estamos falando de registros onde o amor ultrapassa o limite da carne, certo?

doubleexposurewedding5

Por KT Merry Photography

doubleexposurewedding4

Por Iona Didishvili

doubleexposurewedding3

Por Feather and Stone

doubleexposurewedding2

Por Caroline Tran

.

Sempre achei que para fotografar em dupla exposição fosse necessário uma máquina analógica – no Lomogracinha há um post muito bacana sobre o assunto. Porém, se você não tiver uma câmera analógica, saiba que é possível reproduzir o efeito usando uma digital ou então “mixando” as fotografias em programas de edição.

E pra turma do iOS, indico o app dubble – que é maravilhoso! Quem conhecer pra Android, é só indicar aqui nos comentários.

Athlete running at sunset on beach
run forrest run

Calendário de Corridas – 2015

Ainda tô beeem longe do ideal nas corridas mas se tem uma coisa que eu tô dominando é o calendário de provas de rua aqui no Rio de Janeiro. Não é a toa: tenho um pai e um irmão viciados nesse lance e a gente tá sempre conversando sobre o assunto. “Abriu inscrição x”, “prova tal vai ser no bairro fulano” e por aí vai. Deve ser por isso que o povo sempre vem me perguntar quando vai ter corrida.

Sendo assim, resolvi fazer um pequeno calendário de corridinhas que vão rolar até o fim do ano no Rio. Dei preferência para alguns circuitos, de preferência na cidade (com exceção da WTR que rola em Arraial do Cabo – como tem muita gente que faz essa prova, achei válido incluir).

Calendário de Corridas de Rua – 2015 – Rio de Janeiro

Maio

10/05 – 10 Milhas do Rio >> 10milhas.ativo.com

10/05 – Circuito Light Rio Antigo – Praça Tiradentes >> www.circuitorioantigo2015.com.br

16/05 – Corrida das Torcidas Caixa >> www.corridadastorcidas.com.br | corrida noturna

30/05 – WTR Arraial do Cabo 2015 >> www.worldtrailrun.com.br

Junho

13/06 – Revezamento das Praias Caixa >> www.revezamentodaspraias.com.br

14/06 – Série Delta – Alemanha >> seriedelta.ativo.com | eu vou!

Julho

12/07 – Circuito das Estações – Etapa Inverno >> circuitodasestacoes.ativo.com

26/07 – Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro >> www.maratonadorio.com.br | eu vou (na Family Run 6km)

Agosto

02/08 – Eco Run >> www.ecorun.com.br

02/08 – Circuito Lótus >> circuitolotus.ativo.com | corrida feminina

09/08 – Circuito Athenas – Etapa 2 >> www.circuitoathenas.com.br | eu vou (correndo 8km)

09/08 – Circuito Light Rio Antigo – Paço Imperial >> www.circuitorioantigo2015.com.br

23/08 – Corrida Venus >> corridavenus.com.br/2015 | eu vou (corrida feminina)

30/08 – Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro >> www.meiamaratonadoriodejaneiro.com.br

Setembro

29/09 – Night Run – Etapa Água >> nightrun.ativo.com | corrida noturna

27/09 – Circuito das Estações – Etapa Primavera >> circuitodasestacoes.ativo.com

Outubro

04/10 – Circuito Light Rio Antigo – Cinelândia >> www.circuitorioantigo2015.com.br

04/10 – Circuito Athenas – Etapa 3 >> www.circuitoathenas.com.br | eu vou (debut nos 10km)

18/10 – Série Delta – França >> seriedelta.ativo.com

25/10 – Maratona Revezamento Pão de Açúcar >> www.maratonaderevezamento.com.br | eu vou

Novembro

21/11 – Run The Night >> www.runthenight.com.br/2015 | corrida noturna

Dezembro

06/12 – Circuito Light Rio Antigo – Porto Maravilha >> www.circuitorioantigo2015.com.br

06/12 – Circuito das Estações – Etapa Verão >> circuitodasestacoes.ativo.com

.

Aproveitei também pra compartilhar com vocês meu calendário de corridas pra 2015. Esse ano me impus o desafio de correr meus primeiros 10km e confesso que estou tensa, já que tá sendo um parto vencer os primeiros 5km sem colocar a língua pra fora. Mas é aquela: a gente vai ficando mais forte e quando vê, tá correndo de boas e querendo mais!


acompanhe o Maionese por aí:

 curta a nossa página no Facebook  siga no Instagram  acompanhe os tweets 

conversas

Como ser um doador de medula óssea

No sábado, conversando com a querida Domi, conheci melhor um projeto do qual já tinha ouvido falar, o REDOME. Traduzindo: Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea. Como o maior inimigo de qualquer coisa é a falta de informação, conversei bastante com a Domi que havia acabado de passar pela experiência do cadastro e achei que devia trazer o assunto aqui pro blog.

Você certamente já conheceu alguém que tenha pedido ajuda para transplante de medula óssea. Também deve ter ouvido falar do quanto é difícil encontrar um doador compatível. Por isso, o SUS e algumas ONGs não tem poupado esforços em campanhas divulgando a iniciativa. Mas a gente sabe que o povo continua com dúvida, cheio de perguntas e, em alguns casos, até com medo. Há muito ruído ainda e nada melhor do que buscar no site da REDOME algumas informações. Colocarei em aspas aqui no texto o que achar mais interessante.

Mas, afinal, como eu poderia ajudar?

Quando não há um doador aparentado (um irmão ou outro parente próximo, geralmente um dos pais), a solução para o transplante de medula é procurar um doador compatível entre os grupos étnicos (brancos, negros, amarelos etc.) semelhantes, mas não aparentados. Para reunir as informações (nome, endereço, resultados de exames, características genéticas) de pessoas que se dispõem a doar medula para o transplante, foi criado, em 1993, o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), instalado no Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), a partir 1998. Desta forma, com as informações do receptor, que não disponha de doador aparentado, busca-se no REDOME um doador cadastrado que seja compatível com ele e, se encontrado, articula-se a doação. 

O que isso quer dizer? Que ao fazer o seu cadastro, você ajuda o INCA a encontrar um possível doador para quem necessita de transplante. E ao contrário do que muita gente pensa, esse primeiro passo não é (tão) dolorido, você não precisa fazer jejum e nem tem grilo ter bebido ou feito tatuagem na véspera. Além disso, você não é obrigado a doar sua medula caso seja compatível e convocado.

O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos Registros dos Estados Unidos (quase 7 milhões de doadores) e da Alemanha (quase 5 milhões de doadores).  A evolução no número de doadores ocorreu devido aos investimentos e campanhas de sensibilização da população, promovidas pelo Ministério da Saúde e órgãos vinculados, como o INCA. Essas campanhas mobilizaram hemocentros, laboratórios, ONGs, instituições públicas e privadas e a sociedade em geral. Desde a criação do REDOME, em 2000, o SUS já investiu R$ 673 milhões na identificação de doadores para transplante de medula óssea. Os gastos crescerem 4.308,51% de 2001 a 2009.  

Foi nesse papo com a minha amiga que também conheci o projeto Ajude Rodrigo. Rodrigo tem 35 anos e foi diagnosticado no começo do ano com leucemia mieloide aguda. Desde então, está realizando diversos testes e quimioterapia. Em paralelo, segue em busca de um doador compatível com seu DNA, além de movimentar uma campanha de conscientização para que mais gente possa ser beneficiada.

Quer entender melhor como você pode ajudar no mapeamento de possíveis doadores? Clique na imagem abaixo para assistir a uma rápida apresentação.

Ok, Raquel! Quero MUITO ajudar e ser um possível doador!

É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros de cada estado. No Rio de Janeiro, além do Hemorio, o INCA também faz a coleta de sangue e o cadastramento de doadores voluntários de medula óssea, de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Não é necessário agendamento. Para saber mais, ligue para (21) 3207-1580.

Para se cadastrar, é preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e gozar de boa saúde. Ao procurar o hemocentro mais próximo de sua casa, será agendada uma entrevista para esclarecer dúvidas a respeito das doações e, em seguida, a coleta de uma amostra de sangue (5 a 10 ml) para a tipagem de HLA (características genéticas importantes para a seleção de um doador). Os dados do doador são inseridos no cadastro do REDOME e, sempre que surgir um novo paciente, a compatibilidade será verificada. Uma vez confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação. O transplante de medula óssea é um procedimento seguro, realizado em ambiente cirúrgico, feito sob anestesia geral, e requer internação de, no mínimo, 24 horas.

A doação da medula em si é um procedimento que se faz em centro cirúrgico e que pode assustar num primeiro momento porém é realizada de forma super segura, sob anestesia peridural ou geral. Nos primeiros três dias após o procedimento, pode ocorrer um desconforto localizado, nada que não possa ser amenizado com medicação e repouso. Em pouco tempo, todas as atividades habituais já podem ser retomadas. Um “pequeno sacrifício” diante de todo o significado que esse gesto de amor possa representar.

Vamos ajudar? :)

REDOME
Rua dos Inválidos, 212 – 11º andar – Centro – Rio de Janeiro / RJ
Telefone do REDOME.: (21) 2505-5656 / 2505-5639 / 2505-5638
E-mail: redome@inca.gov.br

acompanhe o Maionese por aí:

 curta a nossa página no Facebook  siga no Instagram  acompanhe os tweets