Feito gato em cima do muro

Be What You Are |Maionese
Via Pinterest

Desde que me entendo por gente, tenho dificuldade de aceitar pessoas do tipo “em cima do muro”. Sabe aquele papo “precisamos respeitar as pessoas como elas são”? Bla bla bla bla bla meu cooh. Sejamos honestos: nós NUNCA aceitamos o outro como ele realmente é. Pode ser que você tolere. Ou não. Fato é: vamos sempre ter uma opinião sobre o outro. É essa opinião que nos aproxima ainda mais de uns e nos repele de outros. Tem gente que vai gostar de você. E tem gente que não vai gostar. A vida é simplesmente assim.

Aquele papo furado de “não julgar ao próximo”. Quem não julga, meu Deus? É assim que (in)felizmente vamos escolhendo as pessoas dos nossos círculos de convivência diária. Seja porque temos interesse em crescer de alguma forma ao lado dos escolhidos (seja de forma positiva ou parasita) ou porque apenas gostamos de estar ao lado de determinada pessoa. É pelo papo, pelas ideias, pelas bandeiras que a pessoa levanta. Em um tempo como o nosso, onde não há chance para o desperdício, não buscamos o conflito, o embate… que estejam a nossa volta àqueles que massageiem o nosso ego de alguma forma.

E nesse mundo de imparcialidades, consigo visualizar alguns tipos bem comuns. Há os “políticos”, que apenas sorriem e acenam para tudo e todos. Em geral, são sempre muito legais, queridos e ao mesmo tempo fechados. A gente nunca sabe o que acontece ali dentro. Talvez nem a própria pessoa saiba. Há também aqueles que levam e trazem informações, tipo o corvo do Game of Thrones. Ele diz que não se mete mas sem querer joga um pouco aqui e acolá. Esses são os mais perigosos, na minha opinião. E, por fim, há as amebas: não sorriem, não acenam, não fazem fofoca… será que respiram? Se alimentam de luz?

E nesse mundo tão cheio de “mais amor por favor”, as pessoas confundem essa omissão, essa ausência de opinião, com respeito ao próximo. Acho que não há nada pior na nossa geração do que esse sentimento coletivo de não querer levantar bandeiras. Falar de política no Face? Ain, não, não quero ser polêmico. Dar um conselho sincero pro amigo que tá nitidamente angustiado? Pra que, com o tempo passa… E assim vamos perpetuando o ser humano apático, superficial ao extremo. Carinhoso e emotivo no chat do WhatsApp mas que, ao vivo, não te olha nos olhos. Nem que seja pra falar “eu não quero mais saber de você”.

E nesse mundo repleto de gente que evita a fadiga, vamos seguindo cada vez mais superficiais, alheios e vazios. Vivendo a segunda, a terça, a quarta, pensando no chopp de quinta, sexta, reclamando no domingo e assim por diante. Em tempos de coisas tão belas, gente sem vida. Sem brilho. Sem coragem pra ser aquilo que se é.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Receitas diferentes com Oreo

Oreo | Maionese

Hoje de manhã acordei com um link ~quente~ na minha caixa de emails. O assunto era “Receitas estranhas com Oreo”. Depois de gargalhar com a mensagem enviada pela querida amiga Pips, cliquei no link. O tumblr foi produzido pela equipe de marketing do biscoito mais hypado do universo (sim, eu falo BIXXXXCOITO) para divulgar maneiras diferentes de consumir Oreo – algumas sugestões com receitinha.

Ficou curioso? Vem comeeego ver que coisa bacana:

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Oreo | Maionese

Pra quem nunca experimentou Oreo, é tipo um Negresco. A diferença é que ele é a parte “de fora” é mais amarga e crocante, contrastando com um recheio super docinho, sabor baunilha. Oreo e Negresco são parecidos mas não são iguais. Euzinha aqui gosto dos dois mas prefiro Oreo – aquela que soltou fogos de felicidade ao saber que tem Oreo no Brasil (pena que tá em reeducação alimentar e cortou biscoitos recheados da vida).

Oreo

Mais em: http://oreo.tumblr.com/

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Coisas que amei: 06/04 a 12/04

Coisas Que Amei | Maionese

Maaaais uma novidade aqui no bloguito. Resolvi criar uma nova categoria, que será publicada todo domingo. Batizei de “coisas que amei na semana”. É uma forma de compartilhar com vocês o que mais chamou a minha atenção “por aí”. Simplesmente amo quando vejo esse tipo de post nos meus blogs favoritos, pois é como se eu pudesse me aproximar ainda mais de quem escreve. Entendem a vibe?

Sem falar que é uma forma de divulgar ainda mais as coisas que achamos legais. Chega mais, Braziw:

- A Bia Lombardi, minha xuxuzinha amada do lindo Bramare, traz sempre dicas muito boas pra deixar o cantinho mais aconchegante e com a “nossa cara”. Essa semana, ela compartilhou um DIY dos bons, ensinando a customizar pallets para usar de mesa de centro. Confesso que tive vontade de ir atrás de um urgente!

- O abraço mágico entre Courtney Love e Dave Grohl. Gente, se até esses dois fizeram as pazes… cê tá esperando o que pra perdoar aquela tua amiga que usou sua jaqueta sem pedir emprestado? Vi a notícia no TMDQA.

- No Apartment Therapy essa semana, rolou um post bem útil pra quem tá desesperado sem saber como limpar/organizar a geladeira em menos de 30 minutos. É tão simples e rápido, tenho certeza que você vai parar de enrolar essa tarefa por aí.

- Cês lembram daquele desenho animado que passava no SBT, “Jem e as Hologramas”? Apenas que eu AMAVA esse desenho, já me batia uma vontade de ser rock star desde moleca – pena que desencantei na adolescência, por ser tímida demais. Enfim, fiquei em choque quando descobri que esse desenho lindo vai virar filme. A Lia, do Just Lia, fez um post falando sobre o elenco ideal para o filme, achei divertido.

- Maravilhosa a Run Therapy, campanha lançada pela Puma com foco nos corredores de rua. Certeiros na hora de pegar de jeito os apaixonados por corrida de rua. Vamos lá: tem coisa mais deliciosa que correr ao ar livre? Sensação de liberdade, mesmo com todo o gás carbônico lançado pelos carros (HAHAAHAH). Vi no Update or Die.

- Tá com pregs de começar alguma atividade física? A Carol Guido, do GWS, fez um post delícia contando sua experiência com o Blogilates. É como se você tivesse um personal virtual, sabe? Achei bem bacana, principalmente pra quem tá com dificuldade de se motivar pra algum esporte.

Semana que vem voltamos com mais! :)

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Para os gateiros de plantão: Cats vs Humans

Cat vs Human | Maionese

Cat vs Human é um dos projetos mais fofos que eu encontrei pelas minhas andanças na internet. Não somente porque fala sobre gatos mas porque aborda com muito humor e carinho situações do cotidiano de quem tem felinos em casa.

Claro que essas peculiaridades não são exclusivas do universo dos gatos. Quem tem cães também tem muito pra contar, principalmente quando encontram com outros donos de cães. É aquela prosa que nunca termina, além de ser muito curioso ver os donos falando de seus pets com tanto orgulho, tipo reunião da escola onde falamos dos nossos filhos. No fim das contas, eles também são como filhos.

Mas voltando ao projeto, Yasmine Surovec é ilustradora e apaixonada por gatos. Acabou juntando as paixões e criou o Cat vs Human, tirinhas com drops divertidos de quem convive com gatinhos. O mais bacana é ver que a Yasmine traz parte do seu universo particular para as tirinhas (já que ela é “mãe” de pelo menos oito gatinhos). Aquela coisa: sofás arranhados, miados no meio da madrugada, carinho espontâneo, tudo isso ilustrado de um jeito tão fofo que você fica fazendo “ownnnn” pra tudo.

Cat vs Human | Maionese

Cat vs Human | Maionese

Cat vs Human | Maionese

Cat vs Human | Maionese

Cat vs Human | Maionese

Yasmine já lançou alguns livros e também tem uma lojinha cheia de fofuras (canecas, casacos, camisetas…). Deem uma passadinha no site dela pra acompanhar as tirinhas.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

As primeiras fotografias tiradas com uma Kodak há 125 anos

Kodak No. 1 | Maionese

Toda vez que penso no quanto a invenção da fotografia é genial, fico arrepiada. Se pararmos pra pensar na importância que o registro fotográfico tem para a história da humanidade… graças a esses fragmentos, nós conhecemos muita coisa que já não existe mais. Sabemos como eram pessoas e lugares, sem falar que é pelas fotos que a gente consegue “congelar” o tempo, narrando nossas origens por imagens. Eu sou apaixonada por fotografia, é isso!

Quando vi esse artigo, que trazia alguns dos registros feitos com a Kodak nº 1, fiquei maravilhada. Primeiro por imaginar o espanto das pessoas ao serem clicadas, muitas delas não deviam fazer ideia do que era aquele equipamento e coisa e tal. Segundo que né, não tinha aquela coisa de “deixa eu ver como fiquei”, que rola hoje em dia. Até alguns anos atrás, você batia as fotos e esperava ansioso pra ver a “revelação” e era uma delícia ver como as fotos ficaram. E por último: as fotos foram tiradas há 125 anos!

Graças ao National Media Museum, hoje sabemos quais foram as fotografias clicadas com a primeira Kodak existente no planeta. Diz aí se não bate uma emoção?

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Kodak No. 1 | Maionese

Veja a galeria completa aqui.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Lollapalooza Brasil: confira os horários dos shows

Lollapalooza Brasil | Maionese

Tá chegando, galera. Mais uma edição do Lollapalooza Brasil está prestes a começar. Mais precisamente, no próximo fim de semana, o famoso autódromo de Interlagos sediará dois dias de muita música para todos os gostos.

Muita gente não se animou tanto pra edição desse ano – nota-se pela quantidade de ingressos ainda disponíveis para a edição 2014 – mesmo trazendo Muse como um dos headliners do festival. Lembro que comprei os ingressos meio que no desespero pois Arcade Fire e New Order eram dois nomes confirmados. Infelizmente ambas as bandas, que eu queria tanto ver, tocarão no mesmo dia e horário, para a tristeza dos fãs.

Bom, dizem que Interlagos fica no fim do mundo então é preciso se organizar bem em relação a transportes. De acordo com a página do Lolla no Facebook, haverá um esquema organizado especialmente para o evento. Ônibus, trens e táxis são os principais meios para chegar na região.

Sobre a programação, é aquele drama de sempre: como dar conta de tantas atrações em apenas dois dias? A gente acaba sacrificando um show ou outro. Ainda não gravei o horário de tudo portanto volta e meia recorro às imagens abaixo para me organizar mentalmente – sei que na hora será aquele samba do criolo doido. Vem ver:

Lollapalooza Brasil | Maionese

Lollapalooza Brasil | Maionese

Lollapalooza Brasil | Maionese

Lollapalooza Brasil | Maionese

Aliás, o trabalho que vem sendo feito no Facebook tá de parabéns. Informações divulgadas a todo momento, aquecimento com clipes e curiosidades dos artistas… É impossível não se empolgar! Mais uma vez volto a SP para me divertir um bocado! Te vejo lá? ;)

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Filmes de Janeiro/14

Filmes de Janeiro | Maionese

Eu sei, a gente tá quase em abril e eu, com a minha cara de pau peculiar, tô aqui fazendo um post com o título “Filmes de JANEIRO. Sério, como vocês ainda leem esse blog? Até hoje não fiz post sobre New York, isso porque viagem tem quase um ano…

Mas vamos lá. Em fevereiro e março fui mais devagar, tudo graças ao VÍCIO em séries. Aliás, acho que rende um post. Peguei amor com Scandal, House of Cards e sua segunda temporada… Além disso, voltei a ler, ler bastante. Então os filmes ficaram meio que em segundo plano. Porém, janeiro foi bem produtivo e eu assistir bastante coisa pré-Oscar. Vamos lá:

Dallas Buyers Club

Dallas Buyers Club | Maionese

Um dos melhores filmes que assisti até o momento. Jared Leto está perfeito, não foi à toa que levou dois prêmios por sua atuação como ator coadjuvante. E Matthew McConaughey… que transformação. Não digo só em relação ao emagrecimento mas sim no sentido de atuação. Esse homem mudou da água pro vinho, gente!

O filme conta a história de um homem já acima dos 30, homofóbico e racista, aquele típico red neck norte-americano, sabe? Um belo dia, o homem descobre ser soropositivo. Veja bem, estamos falando da década de 80, um período em que havia muito preconceito e poucas certezas em relação à AIDS. Ser soropositivo era sinônimo de promiscuidade mas, nos homens, era certeza de homossexualismo. Como Deus pregou uma bela peça nesse senhor, não é mesmo?

É nesse cenário que Ron luta com todas as forças para tratar sua síndrome, indo a extremos, inclusive legais. Fiquei emocionada diversas vezes durante o filme e boa parte disso foi por conta da atuação de Matthew e Jared. Até a Jennifer Garner manda bem no filme.

Link IMDB.
Nota: 9,5

Blue Jasmine

Blue Jasmine | Maionese

Um filme que veio cercado de comentários positivos, muitos deles em relação à atuação de Cate Blanchett. Era um dos mais comentados no pré-Oscar então assisti cheia de expectativas. Gente, fiquei frustrada.

A atuação de Cate é realmente incrível. Você ama e odeia a personagem ao mesmo tempo, pois como essa mulher é HUMANA, REAL. Por outro lado, achei a história meio fraca, não sei explicar. Aquela sensação de que ao terminar de assistir ao filme, fica um buraco, sabe? “Ah mas é Woody Allen”… caguei pra ele. Enfim, não é um filme ruim mas não achei tão maravilhoso quanto pintaram não.

Link IMDB.
Nota: 8

O Lobo de Wall Street

O Lobo de Wall Street | Maionese

Um filme louco, intenso e maravilhoso. Assim resumo O Lobo de Wall Street, que conta a história de um jovem ambicioso que descobre uma verdadeira mina de ouro. O “pulo do gato” o leva a construir um verdadeiro império, envolto a muita droga, sexo e sonegação fiscal. Nem acontece esse tipo de coisa nos dias de hoje, né?

Leo, Matthew McConaughey foi incrível em Dallas Buyers Club. Mas você fez magia nesse filme também. Esse Oscar era teu, meu caro… :(

Link IMDB.
Nota: 9,5

Don Jon

Don Jon | Maionese

Fiquei bastante curiosa quando vi o anúncio desse filme no Festival do Rio. Joseph Gordon-Levitt, o muso de nossa geração, dirigindo seu primeiro filme. Ao ler a sinopse, imaginei uma coisa. Ao assistir o filme, vi que era um tanto diferente.

Don Jon conta a história de… Jon. Um rapaz como tantos com os quais já cruzamos por aí: trabalhador, cuida do corpo, tem um carro, é pegador… O cara é uma máquina! Um belo dia, Jon se apaixona loucamente por uma mulher super gata, vivida por quem? Scarlett Johansson. Tinha tudo pra ser perfeito se Jon não caísse na mesmice de um relacionamento confuso. É aí que ele encontra a Julianne Moore e muita coisa passa a mudar dentro de si.

Resumindo: o filme só ficou legal na minha opinião da metade pro final. É praticamente uma história de transformação pessoal só que vivida por um homem. Gostei bem mais ou menos.

Link IMDB.
Nota: 7,5

O Segredo dos Seus Olhos

O Segredo dos Seus Olhos | Maionese

Há séculos queria assistir a esse filme, porém não encontrava em lugar algum. Acabei baixando um torrent mas aí sofri com o problema da legenda que não sincronizava nem acendendo vela pro santo. Um belo dia, adivinha quem tava dando sopa no Netflix? Sim, o filme. Não pensei duas vezes. Larguei o que tava fazendo e dei “play”.

Ricardo Darín vive um investigador aposentado que inspira-se em um caso não resolvido do passado para escrever seu primeiro romance. Porém, ao revisitar essa história sem desfecho (o estupro e assassinato de uma jovem), o homem acaba embarcando novamente na trama, que mexe com outras histórias até então enterradas – como seu relacionamento com uma companheira de trabalho. E o final do filme… JESUS! Que história! Que personagens! Se ainda não assistiu, por favor, prepara uma pipoca ou brigadeiro e se jogue nesse domingo.

Link IMDB.
Nota: 9,5

Questão de Tempo

Questão de Tempo | Maionese

Esse foi um dos filmes que mais me surpreendeu até o momento. Pelo pôster, ao ver a Rachel McAdams sorrindo na chuva, pensei na hora em “Diário de uma paixão”. Pensei com meus botões “lá vem mais um daqueles dramas de amor que a gente jura que não tem paciência mas sempre vê e acaba chorando no fim”. Mordi a língua. Questão de Tempo conta a história de um jovem que descobre, aos 21 anos, ter poderes sobrenaturais: ele consegue viajar pelo tempo, tendo a oportunidade de mudar a história presente.

A história em si é muito bacana e mesmo sabendo que é impossível (por enquanto) fazer esse tipo de coisa, você acaba se divertindo e ainda rola umas lágrimas no final. O desfecho é a coisa mais linda!

Link IMDB.
Nota: 9

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Como foi o show do Metallica em SP – 22/03

Metallica 2014 | Maionese

No fim de semana passado, estive em SP – uma cidade que gosto muito de visitar pois é sinônimo de diversão. Quando comprei as passagens, aliás, o motivo era assistir ao show do Metallica, que rolaria somente em SP, como parte da turnê Metallica By Request (que consiste em um show onde as músicas tocadas são escolhidas pelos fãs >> aqui você vê como foi a votação no Brasil).

Porém, para minha tristeza, os ingressos estavam esgotados no ato da compra.
Fuen pra mim.

Porém, quem tem fada madrinha tem tudo, não é mesmo? Fui surpreendida no sábado, minutos antes do show, com uma chance de conferir meu 4º show do Metallica em 4 anos (nunca vou esquecer desse dia aqui). Nunca tomei um banho tão rápido. Táxi, me leve ao Morumbi!

Bom, eu poderia fazer (mais) uma resenha… mas deixo vocês com as seguintes leituras:
- Whiplash.net
- Tenho Mais Discos Que Amigos
- MetalConcerts.net

Por outro lado, compartilho nesse post imagens que falam mais do que qualquer coisa:

Metallica 2014 | Maionese

Metallica 2014 | Maionese

Metallica 2014 | Maionese

Metallica 2014 | Maionese

Metallica 2014 | Maionese

Metallica 2014 | Maionese

Choveu, fez frio, morri de fome… mas foi maravilhoso! Por uma vida mais cheia de sábados com show do Metallica, sim?!

Setlist
Battery
Master of Puppets
Welcome Home (Sanitarium)
Fuel
The Unforgiven
Lords of Summer
Wherever I May Roam
Sad but True
Fade to Black
…And Justice for All
One
For Whom the Bell Tolls
Creeping Death
Nothing Else Matters
Enter Sandman

Whiskey In The Jar
The Day That Never Comes
Seek & Destroy

Crédito das imagems: Facebook Metallica.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Jardim em apê? Sim, é possível!

Jardim em apê | Maionese

Um dos meus sonhos era morar numa casa só pra poder ter um cantinho para plantar pés de frutinhas, flores e outras bonitezas. Tá, eu sei que não é fácil se dedicar à jardinagem, que nem tudo é tão bonito e molezinha de fazer… mas pelo menos queria ter um pouco mais de espaço para vasos e jardineiras.

Aqui em casa eu acabei montando um cantinho na área de serviço com vasinhos de plantas. Algumas suculentas e pés de manjericão e hortelã me fazem companhia no dia à dia, deixando o ambiente mais verde e cheiroso (porque o cheirinho que essas plantas exalam…). Nem preciso dizer que me inspirei no nosso amigo Pinterest para escolher os vasinhos e o espaço onde colocaria minhas plantinhas. Olha só quanta ideia legal:

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Jardim em apê | Maionese

Tem muito mais inspiração no board que criei no Pinterest >> aqui.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

FARM lança coleção em parceria com adidas Originals

FARM & adidas Originals | Maionese

No próximo fim de semana, a FARM – marca nascida no Rio de Janeiro que conquistou consumidoras apaixonadas em todo o Brasil – lançará uma coleção em parceria com a adidas Originals.

A loja será a primeira marca brasileira a assinar uma coleção mundial, em parceria com a Originals, que será vendida nas nossas lojas e na Adidas, em mais de 130 países. A coleção conta com quatro estampas inspiradas no Brasil, que deixarão casacos, bolsas, camisetas, tênis e outros itens muito mais bonitos e com o nosso toque especial. Que demais!

FARM & adidas Originals | Maionese

FARM & adidas Originals | Maionese

FARM & adidas Originals | Maionese

Pra quem quiser conferir de pertinho o lançamento da coleção, é só dar um confere no evento que eles criaram no Facebook.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Led Zeppelin relança CDs consagrados

Led Zeppelin | Maionese

Na quinta-feira passada, 13 de março de 2014, o Led Zeppelin divulgou uma novidade que deixou seus fãs muito contentes: os álbuns mais vendidos/consagrados da banda voltariam às prateleiras das lojas em edições especiais remasterizadas e com áudios nunca lançados oficialmente.

Isso quer dizer que a edição especial dos álbuns trará músicas inéditas. “LA LA” (inserida em “Led Zeppelin II”), “Jennings Farm Blues”, “Bathroom Sound” E “Keys To The Highway/Trouble In Mind” (alocadas em “Led Zeppelin III”). Pela primeira vez, as canções serão integradas à discografia oficial da banda.

Já a reedição de “Led Zeppelin I” virá turbinada com o registro ao vivo do show feito em Paris (10 de outubro de 1969), ano de lançamento do disco de estreia do Led. Deem uma olhadinha no que está sendo preparado com muito amor para os fãs:

Led Zeppelin | Maionese

Led Zeppelin | Maionese

Led Zeppelin | Maionese

Os álbuns serão relançados em edição digital e nos formato CD e LP. Aqui no Brasil, não teremos LP nem versão deluxe incrível mas já teremos dois produtos bem bacanas pra matar a vontade de Led Zeppelin!

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

Uma carta para meu eu de 10 anos atrás #rotaroots

10 anos atrás | Maionese

Oi, Raquel.

“Como o tempo passou rápido”. Nada mais clichê pra começar uma carta mas não há frase que melhor se encaixe nesse momento. Dez anos, que englobam a transição de uma vida de jovem-adulta para adulta-for real.

Nesses 10 anos você mudou de carreira três vezes. Também né, como podem querer que aos 18 anos você saiba o que quer fazer da vida pra sempre? É muita pressão para alguém tão jovem… uma responsa que na maioria das vezes não estamos preparados pra aguentar. Na época, a faculdade de História. Aquele drama para finalizar a monografia, a ansiedade pelo fim da graduação, em paralelo ao desespero de se tornar uma formanda desempregada.

10 anos atrás | Maionese

Depois, veio a faculdade de Turismo, uma viagem para os EUA com bandeiras de independência – na verdade tratava-se de uma fuga quase adolescente: aquela em que pegamos uma mochila e meia dúzia de razões, mas no fundo é só rebeldia sem causa. Aqueles foram tempos de descoberta, de amor e de saudade.

Nesses últimos dez anos você riscou do papel muitas possibilidades de ~ser feliz~. No amor, no trabalho, na amizade. E quando parecia não haver mais o que fazer da vida, você olhou para as coisas que gostava de fazer e foi aí que se encontrou de vez. Olha que curioso: um hobby que você sempre gostou te levaria a conseguir seu primeiro estágio em uma agência descolada. A Raquel já formada, mais velha que os demais estagiários, recomeçaria outra vez.

10 anos atrás | Maionese

É, garota. Esses últimos 10 anos foram corridos. Mas vou te falar? Parece que a Raquel de 22 anos “aconteceu” em outra vida. Como você mudou, garota. Aquela intensidade em viver as coisas continua a mesma mas a insegurança ao fazer as escolhas… Nada como uma porrada atrás da outra pra amaciar a carne.

O meu maior conselho é: viva o que você achar que tem que viver. Faça o que você achar que tem que fazer? Pode ser que dê certo. Pode ser que dê tudo errado. O máximo que vai acontecer é ter que recomeçar. E você vai errar mil vezes. Vai julgar mil vezes. Vai se arrepender mil vezes. E vai sorrir também. Vai olhar ao redor e dar graças a Deus, de alegria ou de alívio. E o principal: vai manter a ternura em valorizar todas aquelas pequenas coisas. Aqueles detalhes miúdos que dão o colorido aos nossos dias. Vai compartilhar boa parte deles nas suas fotos, nos seus textos, ou então guardar esses momentos bonitos consigo. Quem sabe um dia eles passam naquele filme que a gente provavelmente assiste quando a vida chega ao fim.

10 anos atrás | Maionese

OBS: Todas as fotos do post vieram do meu falecido Fotolog e foram tiradas há exatos 10 anos atrás.

***

Blogagem coletiva do mês do grupo Rotaroots no Facebook inspirada por uma TAG vista no Hypeness.

Compartilhe por aí:
  • email
  • Delicious
  • Tumblr
  • Facebook

1 2 3 51