E não é verdade?

Acordei pensando nessa coisa chamada “amor”. Porque a gente nasce, cresce, vive e tá sempre em busca de companhia. Seja de amigos ou de alguém que faça valer todo o esforço em compartilhar o nosso tempo (entenda por “tempo”: o espaço livre fora do eixo casa-trabalho-curso-casa).

Ontem fui a um casamento de dois grandes amigos e além da festa maravilhosa que eles prepararam para os amigos e família, o mais bonito eram os sorrisos e os carinhos que eles trocavam. É um desses casais que a gente vê e dá gosto, sabe? E mesmo sabendo que eles não são perfeitos – porque nada nessa vida, minha gente, é/vai ser perfeito – você se sente inspirado e renovado. São os exemplos que enchem a gente de esperança, de que nem tudo está perdido.

Bom domingo pra vocês!

 

Publicado por
  • http://is-adorable.com Isa

    são também esses momentos que fazem a gente sorrir sem perceber e dar valor àquilo que a gente tem com a gente, né? delícia reconhecer isso <3]

    bom domingo! :)