Browsing Category

inspiração

inspiração, run forrest run

Sobre a satisfação em praticar um esporte

Outro dia circulou pela web o vídeo This Girl Can, mostrando mulheres de todos os tipos físicos, praticando os mais variados exercícios. Várias amigas minhas piraram na proposta do vídeo, não somente por ter essa pegada de incentivo à prática esportiva, que só traz coisa boa pra gente (amigos, sorrisos, sensação de satisfação), mas também pelo “quê” de empoderamento feminino. Meu corpo, minhas regras, lembram? E daí se você tá meio flácido e quer correr de shortinho? E daí que vai usar maiô pra fazer natação? Vai lá e faz, não importa o que possam estar pensando de você.

 Se ainda não assistiu ao vídeo, faça o favor e clique aqui embaixo:

assista ao vídeo This Girl Can clicando aqui

Pra quem quiser acompanhar ainda mais, o projeto é o This Girl Can >> www.thisgirlcan.co.uk.

Na escola, a gente aprendeu que toda a sensação de prazer que inunda nosso corpo após um exercício e circula pelas nossas veias numa velocidade feroz tem nome: endorfina. Quando assisti ao vídeo, achei lindo como eles inseriram essa sensação nas personagens. Cada um de nós tem uma relação com o esporte e uma delas é sim a superação. Nosso corpo vai acostumando com a repetição dos exercícios, a gente vai se sentindo melhor aos poucos. No começo é estranho e muita gente acaba largando porque fica dolorido, cansado… Mas é só pensar que seus músculos estavam ali quietinhos, operando o básico, e que agora você está levando cada pedacinho do seu corpo “além”. Longe de bancar a blogueira fitness porque né, nada a ver, mas compartilho um conselho: escolha um esporte que te tire da inércia física e mental e permita-se viver essa sensação de êxtase absoluto.

Essa é a minha relação com a corrida hoje. Com toda a dificuldade que ainda tenho por causa da minha lesão, não desisto. Decidi que quem manda na minha vida é minha cabeça e a mente, gente, ela é capaz de tudo. Ela pode te colocar pra baixo mas ela também te coloca pra cima. Mesmo sem o pace desejado, mesmo ofegante, mesmo com leves dores que eu ainda sinto, eu tô treinando, no meu ritmo. Porque o corpo pede já. Passa a ser um vício mesmo, precisar daquela substância de satisfação.

Muita gente me pergunta “como começar a correr”. Eu diria que o primeiro passo é “calce um tênis e comece a andar”. Sei que tem gente que morre de vergonha de parecer ridículo, por correr desengonçado. E o que eu posso dizer é “ninguém está reparando”. E não estão mesmo! Eu poderia elencar todos os aspectos positivos da corrida nesse post mas seria suspeito pois estou em “um relacionamento sério” com ela. Mas nem tudo são flores, certo? Sem um equipamento apropriado (tênis dos bons), sem musculação para fortalecer a sua engrenagem, e sem acompanhamento médico (liberação do cardiologista, ok do professor de educação física e se pá um fisioterapeuta), as chances de você se machucar são grandes e não queremos isso.

Nike Run

Ontem dei mais um passo no meu treinamento e estou muito contente pois pra quem há três anos recebeu na lata um diagnóstico triste, hoje me sinto vitoriosa mesmo ainda tendo que trabalhar muito na fisioterapia. São quase dois anos de tratamento até o momento e vou mentir se disser que não tô de saco cheio, que não bate uma bad de vez em quando. Mas aí entra o mantra “a mente comanda tudo” e comanda mesmo. Minhas inspirações no esporte são os atletas paraolímpicos, sem exagero. O que os motivou a falar “vou nadar” mesmo sem braço ou com uma severa atrofia muscular? A vontade de nadar. Pura e simplesmente. Penso na força desses caras quando tô com preguiça de ir pra academia ou então quando já estou quase desistindo de fazer meus 30 minutinhos na esteira. DEPENDE SOMENTE DA GENTE começar alguma coisa.

Segunda-feira começo meu treino com a GO Personal & Wellness. Hoje de noite tem prova na rua, e que promete ser tudo de bom pois estarei ao lado de amigos e família pai, vai ter DJ, vai ser a noite, talvez tenha uma chuvinha fina… Vou contar aqui depois a experiência!

Isso tudo pra dizer que acordei inspirada e quero que você também se inspire de alguma forma! <3

Snoopygrams | Maionese
bonitezas, inspiração, nostalgia

Bonitezas da web: Snoopygrams

Snoopygrams | Maionese

Quando eu era criança, um dos desenhos mais fofos era o do Snoopy. Aliás, ele era uma febre. A primeira escolinha onde estudei se chamava… Snoopy. Era uma fofura aquela camisetinha com o beagle mais amado dos anos 80. Foi lá que aprendi a ler e escrever. Logicamente, eu era apaixonada por toda a turma, certo?

Passei boa parte da infância assistindo aos desenhos, consumindo tudo que fosse possível dos Peanuts. Meu sonho era bater papo com a Lucy na barraquinha ou então viajar com Às Mascarado em suas trips muito loucas. ESSE FILME, sei todas as falas de tanto que assisti. Meu nível de amor era esse. E do meu irmão também. É por isso que hoje em dia, quando a gente vê algo do Snoopy por aí, logo avisamos um ao outro. Foi assim que conheci o perfil Snoopygrams no Instagram. Meu irmão logo tratou de me marcar nuns posts e né… <3

A conta é oficial e diariamente traz imagens motivacionais. Adoro acordar e ver o que eles postaram pra dar “bom dia”. Fiz uma seleção com os meus preferidos publicados recentemente. Check it out.

Snoopygrams | Maionese Snoopygrams | Maionese

Snoopygrams | Maionese Snoopygrams | Maionese

Snoopygrams | Maionese Snoopygrams | Maionese

Snoopygrams | Maionese Snoopygrams | Maionese

Snoopygrams | Maionese

Pra segui-los, basta clicar aqui >> http://instagram.com/snoopygrams

Snoopygrams | Maionese

APENAS DESEJANDO essa máquina de waffles com Minduim e amigos! PELO AMOR, já tá na lista pra trazer quando for pros States! SOCORRO!

Amanda Toy | Maionese
inspiração

Amanda Toy e suas tatuagens incríveis

Amanda Toy | Maionese

Só Deus sabe como caí no perfil da tatuadora Amanda Toy no Instagram. Não lembro se foi via Pinterest, se foi pelo blog de alguma amiga… só sei que deixei o perfil dela aberto por dias e quando resolvi fuçar, favoritei tanta coisa que vocês não estão entendendo.

Amanda começou a tatuar em 1996 após visitar uma convenção de tatuadores na Itália. A moça ficou tão emocionada com o que viu que decidiu se dedicar à profissão. Comprou o equipamento uma semana depois e começou a rabiscar por aí. Seus trabalhos são ricos em cores e mesclam o bizarro com um toque old school em algumas tattoos. Selecionei algumas fotos das tatuagens que mais curti. Olha quanta lindeza.

Eu sei, você tá doidinho pra marcar uma sessão com a Amanda. Pra isso, é preciso viajar pra Itália, pois é lá que seu estúdio fica. Mas vai que né, nas próximas férias… A página oficial dela é essa aqui >> http://www.amandatoy.it/

Todas as imagens são de propriedade de Amanda Toy.

Jessica Herrison | Maionese
bonitezas, inspiração

As bonequinhas de Jessica Harrison

Jessica Harrison | Maionese

Na semana passada, uma amiga compartilhou comigo um link repleto de bonequinhas de porcelana cheias de tatuagens. Nem preciso dizer que achei a coisa mais linda, né? O trabalho é da artista Jessica Harrison, PhD em escultura, que dedicou anos da sua vida ao estudo da estética corporal, como foco na relação ao interior e ao exterior do corpo.

Jessica explorou em suas esculturas a compreensão dessa relação “dentro e fora” e assim surgiram as bonequinhas, que conhecemos de um jeito tão tradicional. Na releitura da artista, elas ganharam um ar “creepy” com órgãos expostos e cabeças decapitadas. Recentemente, ela produziu uma nova linha de bonecas, dessa vez repletas de tatuagens old school. As dolls estão expostas na Galerie L.J. (França) até 24/06.

Jessica Herrison | Maionese
Jessica Herrison | Maionese
Jessica Herrison | Maionese
Jessica Herrison | Maionese
Jessica Herrison | Maionese

Via Colossal.

inspiração

Five Words: inspiração em apenas 5 palavras

Five Words | Maionese

Pela web, pipocam projetos motivacionais interessantes. Aqui pelo blog, já compartilhei com vocês alguns deles, nunca é demais, certo? Um dos últimos que “encontrei” por aí foi o Five Words

O trabalho é feito por duas amigas, que com uma boa dose de bom gosto tipográfico, produzem imagens inspiradoras, sempre com uma mensagem composta por cinco palavras. Eu gostei tanto que salvei várias aqui pra, quem sabe um dia, fazer um mural só de mensagens bonitas. Vem só ver que coisa linda:

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Five Words | Maionese

Confira o projeto completo aqui. Ah, e pra quem quiser, dá pra acompamhar pelo Instagram.

Via Teoria Criativa.

Real Life Instagram | Maionese
inspiração

Instagram da vida real

Real Life Instagram | Maionese

Há alguns anos, fiz um curso de fotografia e uma das coisas que o professor comentou com a gente foi a seguinte: é preciso treinar o olhar, já que tudo, absolutamente tudo, pode ser “fotografável”. Desde então, nos lugares mais “nada a ver”, fico olhando ao redor, enxergando fotografia em tudo. Nem sempre tenho uma câmera a mão para o clique mas fica aquela fotografia “impressa” no meu cérebro.

Hoje em dia, com o advento Instagram (e seus filtros que deixam tudo mais bonito), essa teoria do meu professor lá atrás faz ainda mais sentido. Acredito que o Bruno Ribeiro (@nitchows) tenha viajado um pouco nessa ideia quando criou um projeto que disponibilizou nas ruas filtros similares ao do Instagram, para que as pessoas pudessem usá-los em suas fotos – sem necessariamente usar o aplicativo. O projeto se chama Real Life Instagram e tem chamado bastante atenção das pessoas.

real-life-instagram-05

real-life-instagram-04

real-life-instagram-03

real-life-instagram-02

Veja mais fotos do projeto Real Life Instagram aqui: http://reallifeinstagram.com/

Via Follow The Colours.