Archive of ‘marketing’ category

Me wants: Absolut Rio

Hoje (14/1), às 20h30, na , será lançado o novo sabor de Absolut Vodka. Dessa vez, a famosa marca de vodka se inspirou em uma das cidades mais lindas do mundo: o Rio de Janeiro! \o/

O lançamento contará com uma grande homenagem à cidade, em pleno verão, em um dos cartões postais do Rio. Haverá projeção tridimensional de vídeo na lagoa além de música. Na página oficial da Absolut no Facebook, há um convite mais que especial para os interessados.

A garrafa, com design assinado por Oskar Metsavaht (estilista da Osklen), traz o Morro Dois Irmãos ao fundo, além dos coqueiros. E o sabor traz as frutas maracujá, manga e laranja, em uma mistura que tem tudo pra dar certo.

A bebida já está a venda nas lojas do Duty Free e também em alguns supermercados. Eu quero muito essa edição especial!

Submarino: fazendo a alegria da criançada

Eu adoro essa coisa “muderna” que é a internet.

A possibilidade de adquirir desde uma televisão daquelas a um lanche do McDonald’s no conforto do seu lar, com alguns cliques.

Tá certo que nem sempre as coisas funcionam: a entrega demora pra chegar, dá pau no cartão de crédito, mercadoria esgota, batata-frita vem murcha (mas você come mesmo assim porque não tá fácil pra ninguém). Mas quando funcionam… a vida fica ainda melhor!

Ultimamente, tenho assinado diversas newsletters de lojas das mais variadas, pra acompanhar esse tal de “marketing de relacionamento”. Interessante notar que com a explosão do e-commerce no Brasil, as marcas tiveram que adaptar e investir muito nessa poderosa ferramenta de comunicação que é o e-mail marketing. Porque gente, uma newsletter bem feita, leva o consumidor longe…

Tenho gostado muito da abordagem do Submarino. Sempre ligadinhos nas datas comemorativas, em memes de internet e no que a base cadastrada anda consumindo (ou pesquisando). Um único porém talvez seria a frequência de e-mails… Mas não é tão ruim assim quando as mensagens vem carregadas de ofertas e facilidades para os clientes.

Na semana passada, em uma dessas promos de aniversário, arrebatei 3 livros do Jamie Oliver que vinha namorando há um bom tempo. Na época, um dos livros custava aproximadamente 70 pilas e eu acabei comprando OS TRÊS por 90 reais, frete grátis.

Tem como não amar?

(não tem mais os livros que eu comprei mas tem essa promo rolando ainda)

Menos de uma semana depois, levei mais dois livros, dessa vez romances. Acho digno a gente investir o nosso salário em leitura. Agora só  me falta investir TEMPO.

OBS: namorado já tá todo ouriçado nos quitutes que virão da cozinha a partir das receitas desse livro.

Natura + Ingresso.com = Boniteza

O maior desafio em uma campanha de marketing, atualmente, é fazer algo que envolva o consumidor em uma experiência agradável, deixando sempre que possível uma boa impressão. Já foi-se o tempo em que as marcas convenciam as pessoas de que um produto deveria ser comprado porque junto vem uma amostra grátis ou daquele jeitinho “goela abaixo”.

O clichê “é preciso entender a necessidade das pessoas” é premissa fundamental. Conhecer o terreno, o que as pessoas querem… parece tão simples mas na prática é um grande desafio: como proporcionar às pessoas algo inesquecível?

A Natura, em parceria com o Ingresso.com conseguiu essa proeza.

Para lançar uma nova linha de produtos para os cabelos, desenvolveu uma campanha que vai direto ao ponto: nas mulheres. Que mulher não a-dora receber um elogio? Ainda mais quando o elogio se refere às madeixas. A gente ama quando todo mundo percebe o novo corte de cabelo, um penteado ou quando você simplesmente acorda toda linda, sem muito esforço, e com um cabelo incrível.

E quando esse elogio aos cabelos é mostrado em uma grande tela de cinema? Ainda mais sendo surpresa? Foi exatamente isso que a Natura bolou: ao comprar ingressos pela internet, os usuários eram perguntados se iam acompanhados ao cinema, com uma mulher. Caso fossem, eram convidados a preparar um vídeo curtinho, onde fariam um elogio aos cabelos da acompanhante. O resultado foi esse aqui:

Confesso que a manteiga derretida aqui chorou com o vídeo. As reações das pessoas são ótimas e lindas. Ahhhh as pequenas coisas da vida… tal qual ser pega de surpresa na sessão de cinema com uma declaração de amor tão singela.

Parabéns aos envolvidos, marcaram um golaço!

Onde está a marca?

Vi no Ctrl + Pels e no Twitter do Follow the Colours. Nem preciso dizer que parei tudo pra ficar uns bons 15 minutos catando marcas e logotipos nesse site:

Algumas referências não são tão óbvias assim e nem todas as marcas são muito conhecidas, principalmente por nós, brasileiros.

Mas se você é um ratinho desse mundo da publicidade e do marketing, vai matar “de cara” as 60 marcas escondidas. Pra brincar, é só clicar nesse link.

comida para “homem”: mammoth supply co.

Cena clássica do filme mulherzinha: ao levar um pé na bunda, a mocinha compra um potão de sorvete, passa um dia inteiro de pijamas e devora todo o conteúdo diretamente do recipiente, com Radiohead ao fundo (daí ela ouve Aretha FranklinRESPECT – e esquece tudo: vai pro shopping mais próximo e torra toda a sua grana com as amigas).

Pois bem, um parágrafo de papo furado apenas para falar de comidas que estão diretamente associadas com MULHERES. Vamos combinar que muitos produtos são pensados na gente, não é? Embalagens, quantidades, por motivos que variam desde a decisão da compra até mesmo perfil comportamental. Pensando nisso, a marca neozelandesa Mammoth Supply Co. resolveu lançar uma linha de produtos exclusiva para homens. Comidinhas até então consideradas femininas como iogurtes, bebidas à base de café, sobremesas. Tudo isso com uma campanha divertida, que usa do bom humor e dos clichê “coisa pra macho”, envolvendo hotsite e redes sociais.

O que todo homem deve saber: sugiro clicar na imagem pra ver maior, vale a pena!

Real man food, man!

Seria o nosso equivalente “comida pra macho”. Porque macho que é macho não come Danoninho, certo? (arram, Cláudia…).

“Homens podem até usar a banheira… mas nunca para se banhar…”

Obs: reconheceram a voz do narrador?

Via Ypsilon 2.

logorama: um curta recheado de marcas

Ganhador do Oscar 2010 na categoria “melhor curta metragem de animação”, Logorama não deve em nada às perseguições policiais que recheiam os filmes de aventura todos os anos.

Está todo em inglês, sem legenda, mas vale a pena assisti-lo mesmo assim. Eu dei “play” duas vezes: uma, pra identificar todas as marcas mostradas na animação; a outra pra prestar atenção no diálogo, cheio de malvadezas, gírias e palavrões!

This is a short film that was directed by the French animation collective H5, François Alaux, Hervé de Crécy + Ludovic Houplain. It was presented at the Cannes Film Festival 2009. It opened the 2010 Sundance Film Festival and won a 2010 academy award under the category of animated short.

Logorama from Marc Altshuler – Human Music on Vimeo.

Via Os Alquimistas estão chegando.

absolut lemon drop

Mais uma vez, a Absolut brinca com a gente e dá um banho de criatividade. Tem como a gente não amar essa vodka?

O curta tem pouco mais de 10 minutos e conta com a bonitona Ali Larter, que encarna uma espécie de agente secreto

Tudo isso pra falar do sabor Citron, que compõe o drink Lemon Drop! Um ótimo exemplo de branded entertainment.

A receitinha do drink!

Via Brainstorm9.

como as cores influenciam os consumidores

Ahhhhh, o pessoal da Comunicação adora um infográfico, né? Alguns não passam de uma ilustração bacana e algumas poucas informações realmente válidas, pautadas em pesquisas sérias e idôneas. No entanto, alguns são, no mínimo, curiosos.

Vi mais cedo esse daqui no Trabalho Sujo e resolvi compartilhar com vocês. Elaborado pela Kiss Metrics, o infográfico fala sobre como as cores influenciam consumidores no processo de compra. Vale a pena dar uma olhada (clique na imagem para ler o texto nos mínimos detalhes):

Ótimo para insights!

salvem o powerpoint!

Nunca na vida imaginei que meu melhor amigo na rotina árdua do trabalho seria Mr. Powerpoint.

Essa semana mesmo não teve um diazinho sequer em que eu não tivesse que lidar com meu caro amigo. Para os amigos usuários de Mac OS, existe uma versão infinitamente melhor do nosso amigo chamada Kenynote, responsável por apresentações mágicas e lindíssimas (morro de inveja). Mas é aquela velha história: quem não tem cão, caça com gato, certo?

Outro dia vi no Caligrafitti um post falando exatamente do Powerpoint. Um manifesto criado pela Soap, uma empresa especializada em criar apresentações criativas, que te faz pensar no verdadeiro responsável por bocejos e atenção zero em palestras. Vamos ver:

Se tem uma coisa que aprendi com meu amigo é que por mais sensacional que seja a ferramenta para desenvolver apresentações, o que importa mesmo é a MENSAGEM. Textos enormes, formato sem graça, gifs repetitivos e pouco criativos (aquele bonequinho “em construção”, “rede de computadores”), isso tudo é muito chato, não é mesmo? É preciso que aqueles que criam seus trabalhos seja lá onde for (Powerpoint, Keynote, transparências, papel pardo) se coloque como expectador e pense: Se eu estivesse do outro lado, vendo isso tudo, será que faria sentido? Será que eu dormiria nos 5 primeiros segundos?

Acho que uma dica para nós, que trabalhamos diariamente fazendo apresentações e relatórios, é definir o objetivo das mesmas. Se é apenas para ilustrar, não adianta escrever rios de textos porque NINGUÉM VAI LER. Ou então, vão ler e esquecer que você, palestrante, apresentador, está ali. Usar imagens, cores, pode ser mais importante do que tópicos longos e com letras miúdas.

Outra dica é passear pelo Slideshare e ver tudo que for possível. Não importa o assunto, é bacana ver como as pessoas montam seus slides. Inspiração é tudo na vida! :)

1 2