Browsing Category

www

Dicas para novos bloggers | Maionese
conversas, www

Tá começando a blogar? Confira 7 dicas para iniciantes

Já faz um bom tempo desde que criei o meu primeiro blog. Eu devia ter mais ou menos uns 20 anos quando preenchi meu primeiro cadastro no Weblogger. Infelizmente não lembro do nome que dei no começo, só sei que meio sem querer fui conhecendo um tanto de gente legal. Algumas dessas pessoas mantenho contato até hoje, por sinal.

Pois bem, naquela época as coisas eram BEM diferentes de hoje. Criava-se um blog para falar sobre a vida e tudo que fazia parte dela. Música, faculdade, namoro, devaneios. Era um espaço para desabafos, “ouvidos” por muitos leitores nem sempre tão atenciosos assim (quem nunca recebeu aquele famoso “Oi, adorei aqui, passa lá no meu?” não é mesmo?). Pra galera mais old school, assusta um pouco ver os mais novos tão indecisos a respeito de criar um blog. As dúvidas giram em torno de “como ganhar dinheiro” ou “como me tornar famoso”. E não é pra menos, temos bons exemplos de que o jogo virou, não é mesmo? Mas onde você pode se encaixar se não quer FAMA, DINHEIRO, SEDUÇÃO? Dá pra ser feliz sem esses objetivos, viu? Mas, por onde começar?

Longe de ser a dona da verdade, compartilho com vocês alguns aprendizados que vim acumulado ao longo desses anos. Tem coisa que a gente (in)felizmente só aprende na prática e não tem jeito, não tem receita de bolo. Porém, dá pra galera mais experiente direcionar quem tá começando agora, de alguma forma. Seguem as minhas dicas:

Dicas para novos bloggers | Maionese

 Eu brinco dizendo que alguns blogs já nascem com CNPJ, visto que o blogueiro tem o declarado objetivo de monetizar o espaço de alguma forma. Dependendo do nicho, pode ser um empreendimento muito promissor. E eu digo isso pois alguns segmentos andam bem saturados e a concorrência pode ser mais agressiva. Portanto, definir o objetivo do seu blog é o primeiro passo pra quem tá começando. Vai ser só por diversão? Um experimento? Um laboratório de práticas? Um diário virtual? Um espaço para compartilhar coisas? Coloque tudo isso no papel e assim você conseguirá visualizar os próximos passos.

Dicas para novos bloggers | Maionese

 Você já sabe por que criou o blog e agora é hora de colocar a mão na massa. Além de escolher o layout, ajeitar uma coisinha aqui, outra ali, é preciso ter algum tempo livre para pensar no que escrever (além de escrever, de fato). Em alguns posts mais caprichados, eu chego a gastar 2h entre edição de fotos e montagem do texto, revisão… Dependendo do seu objetivo, haverá de investir mais/menos tempo em tarefas que vão desde criar o conteúdo a responder comentários.

tips-bloggers4

Acredito que esse seja o ponto de virada de muitos blogs hoje em dia. Blogs mais autorais estão com tudo. Não importa o nicho (moda, gastronomia, tecnologia…), as pessoas estão em busca de conteúdos cada vez mais caprichados. Aquele famoso copy + paste já não pega tão bem quanto há alguns anos. Esse ponto, aliás, tem muito a ver com o ponto “7”, que vamos falar mais pra frente.

Dedique um tempo à pesquisa de assuntos que podem ser bacanas de abordar. Assuntos que estão em alta e que você gostaria de emitir alguma opinião. Uma determinada banda que lançou disco novo e você tá doido pra comentar. Aquela coleção nova da loja x, que acabou de chegar nas araras. O que pode ser interessante de mostrar com o seu olhar?

tips-bloggers5

O Facebook reúne centenas de grupos dedicados a blogueiros. Alguns mais segmentados, outros voltados para divulgação… Euzinha mesmo faço parte do grupo mais bacana de toda a face da Terra, chamado Rotaroots e como eu aprendo e me sinto motivada com a troca entre os blogueiros. Acredito que seja imprescindível fazer parte de algum núcleo onde haja alguma troca de conhecimento. Seja um tutorial para ajustar o layout ou participar de postagens coletivas… Como é enriquecedor ser ativo na blogosfera.

tips-bloggers6

Esse ponto está ligado ao “3”, aliás devia ter colocado logo em seguida pra não perder o fio da meada. Como é importante ser organizado nesse mundo de blogs. Caderninhos, aplicativos de organização (Evernote, Wunderlist…), você escolhe o melhor jeito. Quantas vezes no meio de uma viagem de ônibus a gente não tem ideias maravilhosas de coisas para escrever no blog? Além de tomar nota desses assuntos, você pode criar um cronograma, para distribuir melhor o conteúdo ao longo do mês, por exemplo. Aliando o cronograma a um calendário, você ainda aproveita data comemorativa para escrever um pouco sobre o assunto, fazendo postagens mais pontuais (Dia da Mulher, Dia dos Namorados…).

tips-bloggers7

Nada pior do que acompanhar um blog, comentar, interagir no Instagram, no Facebook, e nada da pessoa responder, não é? Não seja esse tipo de pessoa. Você pode ser o blogueiro mais famoso do Brasil ou um iniciante, não é nada simpático ignorar quem está dedicando alguns minutinhos da vida com você! Lógico que quando nossos blogs começam a receber um número grande de interações fica um pouco mais difícil responder de imediato cada um  e tal. Tente reservar alguns minutos dentro da sua agenda para criar e fortalecer esse relacionamento com quem, de alguma forma bem gentil, apóia o seu trabalho.

tips-bloggers8

Essa dica aqui merece um post it no computador de todos nós. Imprima ao seu blog a sua marca registrada. Quem é você? Onde está você nos textos? Sua visão sobre o mundo, suas ideias, seu olhar? Nada mais sacal do que blog que a gente vê nitidamente que o autor força a barra pra ser bacana, cool, e acaba sendo superficial. Como faz diferença para os leitores perceber que em cada detalhe há um pouquinho de quem escreve naquele cantinho? Nunca esqueça dessa dica!

.

Espero que essas sete dicas ajudem vocês que estão começando a se divertir muito com seus blogs. Acima de tudo, é importante que a gente se sinta bem e feliz para que o trabalho flua de maneira saudável. De nada adianta investir tempo, dedicação, se organizar, estudar, abrir mão de um tempo que poderia estar sendo gasto no Netflix para produzir conteúdo forçado, que você mesmo não gostaria de ler. No fundo, não faz nenhum sentido, certo? Blogs precisam ser feitos, acima de tudo, com amor.

Este post faz parte do rotaroots, grupo de blogueiros de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogsfera viva. Se você se identifica com o projeto, vem com a gente clicando aqui.

conversas, www

[TAG] Meu Natal

A ideia era fazer esse post em vídeo mas devido a uma faringite que derrubou o meu ser nos últimos dias, ficou impossível falar sem cof tossir cof. Então fica adiado mais uma vez o debut em vídeo aqui no Maionese.

Porém, aproveito o embalo pra apresentar o novo layout do blog. Tá mais redondinho que o anterior, mais organizado e até o fim da semana vou reorganizar todas as categorias. Sinto que tem muita coisa embaralhada, o que deixa a leitura mais confusa. Ano que vem vou contar pra vocês uma novidade muito legal que vai empurrar esse cantinho aqui ainda mais pra frente. Aguardem! 😉

Bom, voltando ao assunto do post. A Ba Moretti fez um vídeo super fofo respondendo à tag “Meu Natal”, criada Verônica do The More That You Learn. A brincadeira propõe que a gente responda a 25 perguntas que tenham a ver com Natal. A noite propriamente dita. O que fazemos. Quantas piadas do tio do pavê ignoramos, essas coisas. Enfim, vamos lá!

1. O que você costuma fazer na véspera de Natal e no dia 25?

Desde que vim morar com o Pedro, geralmente passo o dia 24 fazendo alguma comida e quando dá mais ou menos umas 18h vou pra casa dos meus pais e vovó e jantamos por volta das 22h. Vovó dorme cedo e como meu irmão sempre vai pra casa da família da esposa, a gente adianta as formalidades. Assim, o Pedro também participa e depois encontra sua família em uma cidade vizinha. No dia 25 rola aquela jiboiada, né? Depois de tanto comer, rola uma pregs das comidas de Natal e a gente sempre recorre às sobras ou então uma pizza marota.

2. Qual é o seu filme natalino favorito?

Ai gente sabe que não sei? Esqueceram de Mim já deu né embora seja super Natal. Mas um filme que eu amo assistir nessa época é algum da trilogia Star Wars (a “primeira” parte da trilogia). Sei lá porque, sempre assisto com meu pai e a gente tece comentários estranhos.

3. E a sua música natalina preferida?

Passei dois natais morando nos EUA. Lembro que no primeiro foi uma puta deprê porque não tinha nem um mês lá, eu não tinha muitos amigos e simplesmente não havia ceia, porra nenhuma. Me juntei a uns gatos pingados, a gente assou um frango, comeu Pringles, uma bosta. Daí lembro que alguém tinha um CD de músicas natalinas e tocou essa do She & Him. Tá que aqui no Brasil não faz nenhum sentido essa BABY IT’S COLD OUTSIDE porque né, o calor é tipo o inferno te dando um abraço por trás. Mas essa música me lembra Natal:

4. Você tem uma comida de Natal favorita?

Tenho algumas. Rabanada, tender e bolinho de bacalhau. Tem que ter.

5. O que você mais gostaria de ganhar nesse Natal?

Gostaria de ganhar uma viagem para NY no outono/comecinho do inverno. <3

6. Você gosta mais de dar ou receber presentes?

Eu gosto muito de ganhar presentes e também de dar. O processo de escolha de um determinado presente, ou então de fazê-lo, embrulhar… adoro muito!

7. Você já passou o Natal na neve?

Como já falei aqui em cima, passei Natal na neve duas vezes. Inclusive tenho imagens somewhere nos meus arquivos de fotos. Mas deixo vocês com um vídeo:

8. Onde você gostaria de passar o Natal?

NY! <3

créditos da imagem: aqui

9. Sua família costuma decorar a casa? Quem fica encarregado das decorações?

Aqui em casa quem cuida da decoração de Natal sou euzinha. Mas quando morava na casa dos meus pais, minha mãe puxava o movimento e eu ajudava nos detalhes.

10. É época de Natal. O que você está lendo?

Estou terminando de ler um livro chamado Breakable, continuação de um chamado Easy – que rolou resenha aqui. Em paralelo, estou lendo Eleanor & Park.

11. Qual é o seu cheiro preferido no Natal?

Cheiro de chuva, típico daquele dia quente brindado com chuva de noitinha.

12. Você foi um bom menino/ uma boa menina esse ano?

Sempre!

13. O que sempre tem pra comer no Natal?

Sempre tem rabanada e panetone/chocotone.

14. Como você costuma se vestir na ocasião?

Como geralmente faz muito calor, procuro usar uma roupa confortável e que não seja muito quente. Ninguém merece fazer sauna no próprio look.

15. Você começa suas compras de Natal na Black Friday ou deixa tudo pra última hora?

Olha, vou te dizer que aproveito sim algumas promos da Black Friday pra comprar presente. Até porque, algumas lojas demoram uma vida pra entregar as coisas…

16. Você sabe embrulhar presentes? Você faz com gosto ou não?

Amo fazer embrulhos, tô sempre atrás de coisinhas e lindezas. Esse ano, investi pesado em papeis e furadores, meus familiares vão ganhar presentes lindos por dentro e por fora.

  17. Você sabe o nome de todas as renas do Papai Noel?

Não sei.

18. Você tenta espiar seus presentes antes ou prefere a surpresa?

Alguns acabo sabendo porque ganho antes ou meus pais perguntam o que quero. Mas gosto sempre de deixar pra saber na hora! <3

19. Você abre seus presentes na véspera ou na manhã de Natal?

Geralmente trocamos os presentes depois do jantar, porque minha avó dorme cedo.

20. Quando você descobriu a verdade sobre o Papai Noel?

Acho que bem novinha… não me lembro muito bem da ~magia~ do Papai Noel.

21. Qual o melhor presente de Natal que você já ganhou?

Um dos melhores presentes que já ganhei foi esse ano: minha primeira televisão na vida! Só minha! <3 Obrigada, mãe!

22. Você faz resoluções de ano novo? Você as cumpre?

A gente sempre acaba fazendo aquele “saldão”, né? Olha ~pra trás~ e vê o que não funcionou/funcionou pra caralho. E aí traça novas metas, corre atrás…

23. Conte uma história de Natal memorável.

Ano passado passei meu Natal a base de lencinhos e anti-alérgico graças à rinite. Mas deitei no sofá e comecei a assistir a história toda desde o primeiro filme. Foram seis filmes em três dias e vocês devem estar pensando “nossa, que Natal legal hein, doente e vendo filme” mas gostei muito porque tava com saudade de curtir o apê em que morei por 30 anos e foi como se eu pudesse voltar no tempo de alguma forma. Foi diferente, foi nostálgico e foi bonito. Sei que vou me lembrar daquele sofá com luz de pisca pisca na parede por muitos anos ainda.

24. O que torna essa época do ano especial para você?

Dezembro é um mês que gosto muito por anteceder o meu aniversário, que já acontece logo no comecinho do ano. É um mês em que escolho pra reorganizar as coisas: o computador, a casa, a papelada, a vida de um modo geral. Trabalho, amizades, relacionamentos… entra tudo nessa faxina. Sinto que o clima entre as pessoas também muda, mesmo com o desespero de compras e restaurantes lotados de amigo oculto e almoço da firma. Sinto que é meio “geral” a vontade de recomeçar, literalmente falando.

25. Sua coisa preferida no Natal?

Gosto muito da decoração de Natal. As luzes, os enfeites… mesmo com o nosso calorão e com a neve falsa (minha mãe usava algodão no presépio *RISOS*), curto tudo que deixe o Natal com cara de Natal. Por mim, deixava a árvore montada janeiro todo, afinal a gente tem um trabalhão arrumando, né? Menos de 2 meses é muito pouco!

Convoco a todos que queiram responder a tag que o façam – de preferência antes do Natal. Como já vi vários blogs-amigos participando, nem vou indicar. Sei que vocês já responderam/vão responder. No mais, desejo a todos um FELIZ NATAL! Não sei se apareço antes do Natal mas certamente darei as caras nesse recesso!

know3
www

Tag: Know Your Blogger

Know Your Blogger | Maionese

Fui indicada pelas meninas Victoria e Leticia a participar da tag “Know Your Blogger” (algo como “conheça seu blogueiro”) e resolvi fazer diferente. Aproveitei para responder 11 curiosidades aqui no blog e como as meninas fizeram cada uma 11 perguntas, fiz um mix das 22 e selecionei 11. PS: gravei as respostas em vídeo mas sabe quando você não curte? Vi, revi… e no fim, achei melhor deixar quieto! Quem sabe um dia eu tome coragem!

Bom, voltando à tag, deixa eu explicar como funciona: liste 11 fatos sobre você. Depois, responda às perguntas feitas pela pessoa que te indicou a tag. Por fim, crie mais 11 perguntas e indique outros blogs para participar. Na hora de responder, aproveitei pra fazer uma ~historinha~:

1. Quando era criança, estudei em uma escolha chamada Snoopy. 2. Fui a primeira criança da turma a aprender a ler e escrever (éramos um grupinho de menos de 10 alunos, uma fofura só). 3. Minha mãe furou as minhas orelhas quando eu tinha 7 anos. 4. Não tive festa de 15 anos tampouco viajei pra Disney quando era adolescente. 5. A primeira vez que viajei de avião foi com mais de 20 anos. 6. Meu sonho era ser aeromoça. 7. Fiz curso de francês mas abandonei na metade. 8. Era pra eu ser professora mas nunca tive coragem de enfrentar sala de aula. 9. Já trabalhei como guia em dois palácios no Rio. 10. Uso relógio no braço direito. 11. Não gosto de comer cebola crua.

E agora, seguem as perguntas feitas pelas meninas:

1. Se a sua vida tivesse uma trilha sonora, qual seria?

Alternaria doses de melancolia com tosqueiras tais com pagodes, eurodance e aquelas breguices dos anos 80. Pra facilitar a visualização, criei uma playlist no Spotify. Só clicar aqui embaixo:


2. Qual música você ouviria para chorar no chão gelado?

Já que “tamos” falando de música, bora pra mais uma: With or Without You, do U2. TOTAL MÚSICA PRA CHORAR NO CHÃO, com a mão no coração e tudo.

3. Um clássico das entrevistas dos anos 90: quem e o que você levaria para uma ilha deserta?

Levaria meu mozão, porque né? Ai de mim que não responda isso… E junto com a gente, levaria algum instrumento musical. Pra fazer um sonzinho, pra não morrer de tédio e panz.

4. Neste Brasil dividido, de que lado você fica: bolacha ou biscoito?

oracao5. Supondo que o Orkut ainda exista e que você tenha um álbum chamado “Momentos”, publique qual seria sua foto de capa deste álbum.

know3 6. Qual filme te marcou na infância?

Meu pai assistia vários filmes de sci-fi e lógico que ele me traumatizou com alguns… Contatos Imediatos do Terceiro Grau é um deles. Nunca mais consegui comer purê de batata sem imaginar essa cena:


7. Qual personagem de filme você escolheria para ser por um dia?

Adoraria viver a Rachel (Cher) em Minha Mãe é uma Sereia.

8. Qual a frase que você colocaria em seu túmulo?

“Brownie com whey não é brownie.”

9. Qual sua foto de infância favorita? Poste!

know2
10. Com qual idade você acha que morreria satisfeito?

Se eu continuar nesse ritmo, posso viver mais 32 anos e morrer de boas.

11. Qual rede social você perde mais de 20 minutos?

Passo mais de 20 minutos no Facebook. Não porque goste. Não porque queira. Querer mesmo eu queria passar 24h no Pinterest. Aquela coisa meio “valendoooooo”, sabe?

Lanço aqui as 11 perguntas:

1. Se você pudesse viajar nesse exato minuto para qualquer lugar, qual seria o destino?
2. Item que nunca sai da sua bolsa/mochila?
3. Um prato favorito.
4. Do que você tem medo?
5. Sugira um livro ou um filme.
6. Você tem algum bichinho de estimação?
7. Compartilhe um “mico” com a gente (alguma situação que você já tenha passado).
8. Qual é a melhor hora do dia para um chá?
9. Uma música que não sai da sua cabeça.
10. Um “crush” impossível.
11. Açúcar ou adoçante?

Não vou indicar um determinado blog pois desejo que todo mundo que estiver com vontade brinque com a tag. Espero que vocês se divirtam como eu me diverti! :)

One Lovely Blog Award | Maionese
conversas, www

Um award + por que esse blog existe


One Lovely Blog Award | Maionese

Recebi da Ingrid Abbade, uma moça que conheci há algum tempo por conta de um outro blog, um award super fofo e bonitinho. O selo “One Lovely Blog”, indicado a ela por outra moça que tenho acompanhado por aqui, foi repassado também carioca Thamires Vasconcelos, do Lunettes. A Ingrid é uma querida, com quem eu tinha perdido contato por muitos anos mas graças ao mundo fantástico dos blogs, nós nos reencontramos e tem sido ótimo poder tagarelar com essa moça nos dias de hoje.

Antigamente, nos tempos do blog de várzea, blog moleque e travesso, dar um selo ou award para outro blog era muito comum. Uma forma gentil de retribuir o carinho de alguma blogueira ou de mostrar sua admiração com um determinado trabalho. E quando falo blogueira, falo sem o peso de hoje, carregado de opiniões. Achei que o tema proposto pelo selo seria muito interessante para o atual momento do blog, que já tem alguns anos de vida mas que passou por mudanças estruturais significativas nos últimos tempos. Aproveitei a oportunidade, então, para apresentar aos novos leitores que chegaram por aqui quem sou eu e por que escrevo o Maionese – Inspiração e Bonitezas.

As regras da “One lovely blog award” são simples: você deve agradecer a quem te indicou; responder as 11 perguntas propostas pela tag; indicar 11 blogs e avisar aos indicados (acabei indicando 12 porque não podia deixar alguns de fora).

#1 Por que decidiu criar um blog e quando começou?

Meu primeiro blog surgiu há muitos anos, mais precisamente no comecinho dos anos 2000. Eu devia ter uns 19, 20 anos, quando criei o meu primeiro blog, no falecido Weblogger. Depois de um tempo, acabei indo pro Blig e também tive um blog no portal do bairro onde moro, boa parte dos meus amigos de blog da época passaram por lá e eu acabei indo também. Então, pelas contas, essa brincadeira de postar já rola faz um bom tempo, né? Tô com 32 anos… Meu Deus, como tô velha! 😛

#2 Quais benefícios o blog te traz?

O principal benefício, sem dúvidas, foi conhecer um tanto de gente legal em todos esses anos. Hoje em dia ainda falo com muita gente que conheci “lá atrás”. Lógico que nem todo mundo se manteve mas algumas pessoas viraram grandes amigos. Sem falar que meu primeiro estágio na área em que trabalho atualmente rolou muito por conta da minha experiência nesse meio. Devo muita coisa mesmo ao universo dos blogs.

#3 Qual é o post mais acessado?

O post mais acessado do blog é recente: o que fiz sobre músicas para cantar no videokê!

#4 Você usa as redes sociais?

Uso um tantão! Uma das que mais gosto é o Instagram, pois é como se eu pudesse mergulhar no universo particular de cada pessoa que sigo. Claro que às vezes é perigoso, aquele papo de sempre acharmos que tá todo mundo sendo mais feliz e só você que tá em casa comendo biscoito polvilho no sábadão… Mas ainda assim, curto. Também amo o Twitter.

#5 Como o blog tem evoluído?

Tenho sido surpreendida pelo número de pessoas que visitam o blog a cada mês. Ao mesmo tempo que acho incrível que mais gente esteja chegando aqui, me assusta um pouco, já que esse blog é muito mais autoral, tem muito mais a Raquel Arellano aqui. Mas eu gosto disso, viu? Acho gostoso! O bacana disso tudo é perceber que a faixa etária varia bastante, gosto de saber que acabo falando com meninas tão novas e também gente madura, e que não importa quantos anos você tenha ou quantas experiências já tenha vivido, há sempre espaço para questionamentos e sonhos.

#6 Já viveu algum fato importante por causa do blog?

Como eu disse lá no comecinho do post, foi graças aos meus blogs que consegui o meu primeiro estágio em uma agência digital. Acho que esse é um fato importante, ao lado de ter conhecido um tanto de gente legal nesses anos todos.

#7 De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?

Vem da vontade de compartilhar as coisas que gosto com o mundo. Seja um livro, uma música, uma conversa fiada.

#8 O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?

Acho que 2014 tem sido o ano em que aprendi a ser mais compreensiva com o outro. Veja bem, não que eu não fosse… (rs) mas alguns acontecimentos me fizeram ter uma opinião menos radical sobre tudo e todos, procuro sempre entender um determinado ocorrido antes de bater o martelo pra uma determinada coisa. Ainda estamos em outubro mas acho que esse é o ano da compaixão pra mim.

#9 Qual é sua frase favorita?

De todos os tempos? Ihhh, que difícil. Mas acho que uma frase que gosto muito nesse momento é “A vida é um sopro”, do Oscar Niemeyer. É tão direta e objetiva, óbvia. A gente esquece o quão efêmero é tudo isso aqui, dando valor demais ao que não deve ter valor…

#10 Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo do blogs?

Meu principal conselho: faça tudo com muito carinho. Não só com o seu blog mas na vida. Antes de querer um blog acessado por multidões, pense no real objetivo desse espaço. Se ele é um recanto para trabalhar as ideias, compartilhar bonitezas, o faça desse jeito com amor. Se almejas resultados maiores, como um blog profissional, busque meios de chegar lá. Dá trabalho, o caminho é longo, mas com dedicação a gente chega lá! 😉

#11 O que os blogs que você vai indicar tem em comum?

São blogs feitos por “gente como a gente”, que dá um duro danado mas que ainda encontra um jeitinho de correr pro blog e espalhar amor por aí! ♥

Pale September

E agora, Isadora

Elvis Costello Gritou Meu Nome

Ana Carô (ex-Futricô)

Que Nem Limão

Pequenina Vanilla

Uma cadeira, por favor

Não Me Mande Flores

Salateando

Samba da Criola Doida

Bramare

Mais 20 Minutos

música, www

7 músicas para cantar no videokê #rotaroots

 

Gente, setembro praticamente tá acabando. Não, não vou citar aquela música do Green Day pedindo pra “me acordar quando setembro acabar” porque eu adoro setembro. É o mês da primavera, quando oficialmente damos adeus ao inverno – que esse ano nem deu as caras. Por outro lado, é um aviso pra gente ir se preparando para o inferno que é o verão, principalmente morando no Rio de Janeiro. Já estou sentindo calafrio de medo…

Mas voltando ao foco da postagem, a turma do Rotaroots sambou na cara de todos nós trazendo temas divertidíssimos para as blogagens especiais. E eu não poderia deixar de participar dessa. Fazer uma lista de 7 canções que não podem faltar em um videokê. Ou karaokê, como você preferir. Gente, eu sou dessas que AMA um videokê. Eu boto pra fora o meu lado “cantora frustrada”, principalmente se eu tiver tomado umas e outras. Dizem que eu não decepciono mas né, eu sou MUITO envergonhada, nunca poderia ser cantora. Nem sóbria.

7 >> Bon Jovi :: Livin’ On A Prayer

Meu debut no videokê começa com ~Bom Jovem~. Meu sonho é ter aquele negócio pra fazer o barulho da introdução, mas na falta rola na boca mesmo. Mico total, mas quem liga? Melhor parte: o refrão, onde todo mundo da plateia se arrisca a cantar junto. Momento de catarse coletiva.

6 >> Tim Maia :: Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar)


Essa é outra que toca já pro fim da noite. Galera já cantou sertanejo, arranhou no inglês, teve de tudo. Daí entra Tim Maia pra celebrar a grande noite regada a muita caipivodka e rodízio de cerveja.

5 >> Legião Urbana :: Pais e Filhos

Cá estamos na cota “gente chorando no videokê”. É a hora em que aquele teu amigo já virou todas e escolhe essa música pra homenagear os pais, que sempre fizeram tudo por ele. É a hora em que nego chora e canta de mãos pra cima “É preciso amaaaaaaaar as pessoas como se não houvesse a-ma-nhã…”. Lembrando que o “amigo” pode ser você. Ou eu. Vai saber… HAHAHAH

4 >> U2 :: Sunday Bloody Sunday

Bem antes do Sambô assassinar essa música, eu tenho certeza de que muita gente já o tinha feito no videokê mais próximo. Cantar U2 no videokê sempre é um grande desafio. With Or Without You poderia estar nessa lista também.

3 >> RPM :: Olhar 43

Tá que 90% das pessoas canta a letra errada, principalmente na parte da música que é mais rápida. Mas é diversão garantida quando alguém se aventura no microfone pra relembrar os anos 80. E pra imitar a voz do Paulo Ricardo.

2 >> Kid Abelha :: Pintura Íntima


♫ Fazer amor de madrugada (em cima da cama, embaixo da escada)… ♫ QUEM NUNCA CANTOU, PELO AMOR DE CRISTO? É pior que a piada do tio do pavê, ainda assim eu me mijo de rir toda vez que soltam a pérola. Vai dizer que essa música falta na sua lista de videokê?

1 >> Bonnie Tyler :: Total Eclipse Of The Heart

Cara, essa música reina absoluta na minha lista de cantorias. Impossível a gente não liberar aquela drag que existe em todos nós. Super me imagino divando no “I REALLY NEED YOU TONIGHT”, com direito a ventilador nos cabelos e tudo mais. Tinha que ser a número 1.

PLUS A MAIS >> Chitãozinho e Xororó :: Evidências


Se você nunca cantou essa música no videokê, você não sabe brincar disso. Entrou como “plus a mais” na listinha”.

Muita coisa ficou de fora, como sertanejos e pagodes que sempre passam pelos microfones. Pensando nisso, na injusta exclusão dessas pérolas populares, criei uma lista no Spotify chamada “Videokê Feelings”. Se você simpatizar, siga, compartilhe, elogie… Dá um check it out  clicando aqui embaixo:

Este post faz parte do rotaroots, grupo de blogueiros de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogsfera viva. Se você se identifica com o projeto, vem com a gente clicando aqui.

3l08 Day | Maionese
www

Blog Day: blogs que amo e um agradecimento

3l08 Day | Maionese

No dia 31 de agosto é comemorado o Dia Internacional do Blog. De acordo com o Wikipédia, a data foi escolhida por conta dos números 31/08, que se assemelham a palavra blog. Na tradição do Blog Day, blogueiros de todo o mundo publicam em seus diários virtuais uma mensagem para os leitores com indicação para blogs que consideram interessante. Desta forma, os leitores poderão conhecer outros blogs, expandindo seu feed.

Daí que surgiu a ideia de indicarmos 5 blogs em algumas categorias: “blogs que não saem do meu feed”, “blogs que conheci no Rotaroots” e “blogs pra sair da rotina”. Foi tão difícil selecionar apenas 5 em algumas dessas categorias então desculpa aí mas tive que estender a lista um tanto mais.

Blog Day | Maionese

SerendipityBa Moretti | Não Me Mande Flores | Mais 20 Minutos | Pale September | Elvis Costello Gritou Meu Nome | Gosto de Canela | Mais Magenta

Esses são os blogs que leio praticamente mais de 1x na semana. Poderia dizer que leio todos os dias mas isso não é verdade. Acho que nem os meus blogs eu “leio” diariamente, ultimamente não tenho dado conta de muita coisa. Porém, esbarro com essa turma linda no Instagram (daí leio o post), nos feeds do Facebook ou então por email. Da lista, conheço apenas três autoras pessoalmente, embora mantenha contato com algumas por Facebook e etc.

Cada uma tem uma pegada na escrita mas todas tem um ponto em comum: compartilham em seus blogs drops de seus mundos particulares. Livros, música, fotografia… em cada post, um pedacinho dessas meninas, traduzido em imagens e comentários bonitos e cheios de ginga.

Blog Day | Maionese

Chocottone | Juliana Rabelo | Teoria CriativaSernaiotto | Entre Batons e Cafés | BabeePequenina Vanilla

Confesso que não consigo me dedicar o tanto que gostaria ao Rotaroots, pois adoro os temas e discussões que surgem no grupo. Aliás, eu sou só elogios a essa iniciativa, pois graças a ela reencontrei várias blogueiras das antigas, que eu costumava ler os falecidos blogs, além de poder conhecer muita gente nova, que faz um conteúdo tão bacana. Essa listinha ‘aí de cima’ tem os blogs que mais leio e já conheço há algum tempinho, porém só com os posts que vi de ontem, pela blogagem coletiva, já conheci uns 10 novos blogs bacanas, coloquei no Feedly e tudo!

Blog Day | Maionese

Gordelícias | Indiretas do Bem | Corre Mulherada | Update or DieLugar de Mulher | Bramare | Follow The Colours | Vestiário

Nessa categoria tem “auto-jabá” (alô, Gordelícias!), inspiração pra correr, inspiração pra ver o mundo mais colorido… Vai de publicidade e design ao feminismo nosso de cada dia. Fiz uma seleção bem aleatória e abrangente, com gente que fala bem de um determinado assunto.

Blog Day | Maionese

Hello, Lolla | Borboletando | Mulher Vitrola | The Supernova.co | Futricô | Fake-Doll | Te amo, porra

Esses são blogs que leio desde sempre e que merecem estar num potinho de amor pra gente guardar no coração. Boa parte comecei a ler há alguns (bons) anos e infelizmente só conheço pessoalmente uma das meninas. Mas espero que essa realidade mude ainda em 2014! 😉

Fiquei muito feliz por ter sido indicada em algumas listas, uma delas eu nem esperava MESMO que fosse me indicar. Às vezes a gente tem a impressão de que quase ninguém passa por aqui e é surpreendido quando recebe um email, uma inbox falando de um determinado post que você escreveu… Faço o Maionese com tanto carinho e nos últimos tempos resolvi investir muito mais nele. Obrigada pela gentileza em dedicar alguns minutos aqui nesse cantinho! <3