Browsing Tag

blogs

Blog Day 2015. Mais em http://sempickles.com/maionese.
www

Blog Day: os blogs favoritos de 2015

Chegamos ao fim de agosto. Chegamos também ao fim do BEDA, projeto com carinha de desafio que aproximou tanto blog bacana nos últimos dias. Apesar de não ter postado todos os dias, movimentei bastante a agenda de atualizações aqui do blog e fiquei muito bacana com o feedback dessa ação. Gente nova apareceu por aqui, conheci novos blogs, achei muito bacana MESMO!

Como acabei ficando off nos últimos dias, decidi estender o BEDA por mais alguns dias, até o final da semana (sexta-feira). Fiquei empolgada, me deixa!

Mudando de assunto, hoje também é um dia especial. É celebrado no mundo todo o Blog Day. A brincadeira surgiu a partir de um trocadilho com a data 31/08. Já fiz post com essa temática aqui no Maionese e esse ano vou repetir a dose. Espero que vocês curtam meus indicados esse ano! :)

PS: esse post vai sofrer updates durante o dia. Eu vou esquecer de incluir gente linda. Vou lembrar delas de repente e certamente vou incluir no post mesmo que depois.

>> 5 blogs que não saem do meu feed <<

Just Found: já tinha ~cruzado~ com a Camila em um evento ano passado mas na época a gente acabou não virando ~migona~. Com o tempo, rolou uma identificação e desde então considero demaaais essa garota. Super cabeça, caprichosa e bonita por dentro e por fora. O blog dela reflete exatamente essa boniteza toda.

Não Me Mande Flores: a Cami é autora de um dos blogs mais fofos e bonitos da web hoje em dia. E sabe o que é mais legal? Você conhece a pessoa e vê que ela é exatamente assim. Tão bom quando a gente conhece um tanto da pessoa que tá ali ~por trás~ dos textos. Amo de paixão!

BRMTT: me sinto íntima da Ba só de ler o blog dela. Sem falar que essa menina é uma pessoa tão querida e atenciosa que dá vontade de ser migs!

Miss American Pie: quando ~conheci~ o blog da Ju, achei uma coisa tão fofa e me identifiquei na hora com ela. Casinha super fofa, tatuagens, mãe de gatinhos, viagens… Adicionei na hora nos feeds e a gente acabou ficando ~ainda mais próxima~ por causa das corridas de rua.

Gosto de Canela: conheci a Ingrid há alguns anos, a gente já mudou tanto de lá pra cá e é muito bacana poder ~estar próxima~ dela por meio do seu blog. É incrível ver como as pessoas amadurecem e se tornam ainda mais incríveis, principalmente depois que se jogam ~com força~ na busca pela realização dos sonhos.

PLUS

Hello Lolla: acompanho o blog da Lolla desde o começo da blogosfera. Coloque aí mais de 10 anos nessa conta. Apenas um espaço cheio de fotos maravilhosas e contos sobre uma vida comum porém sob o olhar doce agridoce de uma brasileira que foi morar na Inglaterra.

Blogs Lado B: além da Cami Faria e da Cami Oliveira, também tô sempre acompanhando os demais bloguinhos da turminha mais charmosa e amada do Rio! Tem o GWS (que indico aqui ~mais abaixo~ aqui nesse post) e os blogs Amanhã, eu te conto da Lívia e Tem No Meu Quintal, da Ju. Tudo lindeza! <3

e agora isadora: apenas amo o blog da Isa. É outra que faz um blog tão ~ela~, ou seja, divertido, com um ótimo humor e cheio de belezas.

Ana Carô: mil anos lendo a Carô. Fiquei feliz quando soube que ela ia participar do BEDA porque sabia que ia ter ~sempre~ post no blog.

>> 5 blogs que conheci em 2015 <<

Vem Aqui Rapidão: conheci esse blog no BEDA e me diverti tanto com os posts que peguei amor. Indico a todos!

The Sunday Chapter: acho que descobri esse blog em algum post no Pinterest. Achei bacana um tutorial e resolvi clicar no link. Acabei devorando o blog.

Strawberry Fields: outro blog que conheci no BEDA e amei. A autora é linda e o blog é feito com tanto capricho que você fica com vontade de ler tudo.

Manias de Pimenta: a Marcela é de São Paulo mas mora aqui no Rio de Janeiro e, além de compartilhar muita coisa bacana no Snapchat, coloca no blog um monte de dicas de make e moda pra gente ficar ainda mais bonita.

A Life Less Ordinary: gosto de ler, é bem diversificado e agradável. Toda vez que visito, leio uns 5 posts de cada vez.

PLUS

Lecticia: acho que já tinha visto o blog dela pelo blog da Carô, mas foi pelo BEDA que voltei a visitá-lo, sempre encontrando um post interessante, com um ponto de vista bacana. Certamente vou continuar lendo, é bem o tipo de blog que gosto de ler.

>> 5 blogs pra sair da rotina <<

Corre Mulherada: atualmente, minha referência no que diz respeito ao universo da corrida de rua. Um blog feito por gente comum, como eu, você, que um belo dia resolveu se aventurar no mundo da corrida.

FÊliz Com a Vida: a Fê ~largou tudo~ pra se aventurar no mundo, vivendo como nômade digital. Em seu blog, ela conta muito do que aprende diariamente, além de dicas de viagem e outros pensamentos.

Gordelícias: bora cozinhar? Então deixa eu fazer um jabázim do meu blog pra vocês, né? VAMBORA COZINHAR!

GWS: Nuta e Marie atualmente dividem o comando de um dos blogs mais bacanas do Braziw. Assuntos bem variados com uma pegada ~conversinha com a melhor amiga. Assim poderia definir o GWS, que é made in Rio mas é cosmopolita, do mundo!

Update or Die: drops diários com o melhor do marketing, design e música. Sempre tem algo interessante sendo compartilhado por lá.

curta o blog no Facebook siga no Instagram acompanhe os tweets snapchat: hackelz

Maionese no BEDA

conversas, variedades

TAG: 7 coisas

Sabe quando a pessoa “fura” dieta? Bom, essa sou eu no BEDA! Teve dia aí sem post, algumas coisinhas super importantes apareceram no meio do caminho e acabei não conseguindo produzir tanto conteúdo como gostaria. Ideia tem de sobra, mas falta tempo às vezes e prefiro não correr tanto, afinal nem é esse o propósito do desafio, né? Mas vamos ao que interessa, hoje tem post legal!

Vi essa TAG rolando no lindo Na Nossa Vida e me inspirei para falar sobre 7 coisas da vida. Percebi que muita gente curte esse tipo de postagem, eu mesma adoro ler esse tipo de post, é como se eu pudesse conhecer um pouco mais sobre quem tá escrevendo. Acabei aproveitando as categorias que a Isa (autora do Na Nossa Vida) usou e acrescentei mais algumas, espero que vocês gostem!

7 coisas para fazer antes de morrer

  • Correr uma meia-maratona
  • Adotar um cachorro.
  • Fazer a viagem pela costa da Califórnia (e dirigir em algum momento).
  • Ter uma festa de casamento (nem que seja um churrasquinho).
  • Conhecer o Bono Vox.
  • Ler 50 livros em um ano (RISOS).
  • Levar minha mãe para conhecer Portugal.

7 coisas que eu mais falo

  • “Gente”
  • “Tipo assim”
  • “Qualquer coisa”
  • “Tô com fome”
  • “Então”
  • “Né”
  • “Super fácil”

7 coisas que eu faço bem

  • Playlists
  • Brownie de chocolate
  • Drama
  • Escândalo
  • Cafuné
  • Faxina
  • Projetos

7 coisas que me encantam

 

  • Jardins floridos
  • Comida caseira
  • Cheiro de chuva
  • Cigarras cantando no fim da tarde
  • Shows em geral
  • Livros e filmes “com final feliz”
  • Bichinhos em geral

7 coisas que eu não gosto

  • Dobradinha (a comida)
  • Gente espaçosa
  • Calor (tipo o verão carioca)
  • Encher a cara e ficar de ressaca depois
  • Vendedor de loja inconveniente
  • Fazer relatório
  • Fazer faxina

7 coisas que eu amo

  • Meus filhotes felinos
  • Ficar em casa
  • Relembrar viagens e momentos felizes com Pedro
  • Visitar meus pais e avó
  • Correr à beira mar
  • Cozinhar sem pressa
  • Conhecer novos lugares

7 coisas para comer

  • Hambúrguer
  • Pastel bem recheado e gordinho
  • Massa com molho encorpado
  • Sorvete cremoso e sem gordura hidrogenada
  • Risoto com bastante manteiga
  • Pão crocante
  • Drinks geladinhos em um dia quente

7 coisas para enterrar no passado

  • Ex-namorado machista
  • Gente interesseira
  • Preguiça de ir pra academia
  • Culpa por alguma situação
  • Obsessão por ser magro como era quando novinho
  • Bullying sofrido na escola
  • Preconceitos

curta o blog no Facebook siga no Instagram acompanhe os tweets snapchat: hackelz

Maionese no BEDA

conversas, www

Sobre o BEDA e outras coisinhas

(imagem do topo: daqui)

Nessa primeira semana de BEDA fiquei apenas 1 dia sem postar. Tava indo super bem porém fiquei agarrada na edição de um vídeo pro Gordelícias, veio Dia dos Pais, corrida, dormi horrores depois de correr meus primeiros 8km… enfim, não conseguiu me organizar tão bem pra deixar a semana redondinha. Ainda assim, estou curtindo muito fazer parte desse projeto. Conto pra vocês por quê.

Oportunidade de exercitar a escrita e a criatividade

Quantas vezes a gente acha que as ideias acabaram e que você não tem mais nada de útil pra colocar no papel? Daí, diante de um desafio como o BEDA, nota que há uma infinidade de coisas para se falar sobre. E que essas coisas podem surgir de um simples comentário no blog (uma dúvida ou sugestão deixados por alguém que leu seu post) ou mesmo desmembrando um assunto inicial em tantos outros. Quando vê, já tem pauta pra mais de um mês.

Organização de ideias

Tenho usado o Evernote para colocar as ideias no papel. Além do cronograma mensal que está impresso e rabiscado aqui na mesa, organizo nesse aplicativo as ideias que estão soltas em papeizinhos e também na minha cabeça. É bom quando a gente tudo “na mesa” e consegue remanejar os assuntos, pra não ficar repetitivo e, ao mesmo tempo, distribuindo bem o conteúdo pelo blog.

Pausa diária para fazer o que gosto

Sabe quando a gente diz que não tem tempo pra fazer certas coisas? Separo 1h do meu dia para produzir aqui no Maionese. Seja organizando o conteúdo, rascunhando novos posts ou ilustrando (coletando imagens, pesquisando…). Estou aproveitando o BEDA para me conectar ainda mais ao blog pois é uma forma de dar chance em meio à correria para pequenos prazeres (blogar é um deles).

Conhecer novos blogs

Os participantes do BEDA tem acesso a uma planilha onde todos os bloggers compartilham por dia seus posts. Tem sido uma delícia acompanhar alguns deles, infelizmente eu não consigo ler todos pois preciso focar em outros compromissos, porém tem sido uma delícia ~descobrir~ tanta gente bacana e competente. Esse tópico me leva ao próximo.

Perceber que ainda há gente que “bloga” por amor

Além de estar descobrindo novos blogs, tô tendo a oportunidade de concluir que sim, ainda existe uma boa quantidade de pessoas que escreve por amor. A vibe “blogger moleque” que a gente sempre comenta, sabe? Sem medo de soar jovenzinho demais, importando-se pouco com pautas ou obrigações com linhas editoriais, marcas… Escreve-se sobre filmes, livros, cotidiano. Escreve-se sobre pequenas coisas, rotinas, bonitezas. E tá sendo lindo acompanhar essa leveza na escrita.

.A

Estou encarando esse desafio da melhor maneira possível, sem me obrigar a nada. Compartilho o que curto, no meu tempo. Deu pra subir post todo dia? GREAT! Vai dar ruim e deixarei buraco algum dia? Paciência! O que vale mesmo é esse aprendizado que a gente tá tirando!

acompanhe o maionese por aí:

curta o blog no Facebook siga no Instagram acompanhe os tweets snapchat: hackelz

Maionese no BEDA

Maionese no BEDA
conversas, variedades

Maionese no BEDA 2015

Hoje é dia 3 e digamos que estou um pouco ~atrasada~ em um projeto que mal conheço e já considero pacas, promovido pela galera linda do Rotaroots. Chama-se BEDA (Blog Every Day August). Palavra estranha? Porque em inglês? Ele é inspirado em um projeto que alguns youtubbers já fazem chamado VEDA, que significa Vlog Every Day April. Daí que um povo se animou e estendeu a ação também para agosto e, pensando nisso, a turminha linda dos “rotas” sugeriu que a blogosfera brazuca abraçasse a ideia nos blogs.

Onde compra, pra que serve, Raquel?

Como o nome já diz, o objetivo é postar no bloguito em todos os dias de agosto. Isso mesmo, post novo a cada dia, durante o mês todinho. Okay que já tô atrasada nesse bagulho e eu explico: pensei bastante antes de aderir. Teria euzinha tempo de subir post tous les jour no blog? Será que vou encher o saco de quem lê, principalmente das pessoas que assinam os posts por email? Pensei, pensei… resolvi participar. Seria uma oportunidade de participar desse desafio tão bacana de exercitar a escrita e a criatividade.

Antigamente, eu costumava discorrer sobre os mais variados assuntos e até tenho voltado com essa pegada nos últimos meses. Mas volta e meia estaciono em uma preguiça, um bloqueio criativo super nada a ver. Acho que quando a gente se despe de certos critérios, a coisa flui de um jeito bem mais fácil.

Como faz pra ter tanta inspiração?

Se o seu blog é mais pessoal e fala de tudo um pouco, vai ser moleza buscar assunto pra falar. Filmes assistidos, bandas favoritas, aplicativos pro celular, memórias da infância… Tudo vira conteúdo! A Loma Sernaiotto fez um post muito bom e completinho que pode te ajudar na hora de organizar as ideias pro blog, inclusive pra quem quiser ir além, é um baita exercício pra quem se sente meio perdido com a forma de escrever e se expressar.

Algumas sugestões bem loucas que pensei rapidamente, enquanto fazia esse post:

  • Devaneios na fila do supermercado
  • Receitas para um fim de semana chuvoso
  • Lugares para conhecer antes de morrer
  • Músicas para dançar coladinho
  • O que você quer ser quando crescer

Agora se o seu cantinho já é mais segmentado, focado em um determinado assunto, pode ser um pouco mais complicado porém não é impossível. Eu até pensei em embarcar nessa com o Gordelícias mas confesso que me senti mais a vontade aqui no Maionese. Ultimamente, tem sido meu blog preferido até.

Raqz, quero participar! #comofaz

Lá no Rotaroots tem tudo tão explicadinho que pra ser mais fácil, só sentando num pudim com tacinha de champanhe na mão! Tem até planilha pra vocês organizarem os posts, caras! Mesmo sendo dia 03, você pode começar “atrasadinho” (daí compensa nos outros dias de setembro). E se não der pra postar algum dia, não tem problema. A ideia é que a gente se desafie e exercite essa prática tão gostosa que é escrever. E, também, é uma forma de se permitir ser mais espontâneo, autêntico e natural. Me acompanha nessa?

acompanhe o maionese por aí:

curta o blog no Facebook siga no Instagram acompanhe os tweets snapchat: hackelz

Maionese no BEDA

conversas

As 10 coisas mais legais do meu mundo

Vi esse post lá no blog lindo da Isadora (que tá de visual novo, adooooro quando meus blogs favoritos mudam de look) e resolvi compartilhar. A Jujubas também entrou na dança e eu parei tudo por aqui pra responder. Foi tipo um respiro nessa fase louca de mudança que tô vivendo nas duas últimas semanas. Aliás, vou escrever assim que a poeira baixar sobre o assunto. Essa é a minha primeira mudança de verdade e MELDELS como dá trabalho.

Gosto quando encontro posts mais pessoais nos blogs porque é uma forma de conhecermos um cadinho que seja da pessoa que ali escreve. Espero que vocês curtam as 10 coisas mais legais do meu mundico.

01. decoração

Minha maior fonte de inspiração para decorar a casa atualmente vem do Pinterest. Pouco antes de me mudar pro novo apê, criei boards mais segmentados: cozinha, banheiro, home office… Quando a gente se muda, temos nas mãos uma oportunidade de começar um cômodo do zero e embora ainda esteja na fase das caixas, já estou colocando algumas ideias em prática. E referências são sempre bem-vindas!

Meu perfil, pra quem quiser me seguir, é esse aqui.

02. livro

Pensei em sugerir um livro mas vou aproveitar pra sugerir um autor: Haruki Murakami. Conheci seu trabalho lendo o tão recomendado “Minha Querida Sputnik”. Quando terminei a leitura (tem resenha aqui) dei uma pesquisada boa sobre ele e soube que além de escritor e tradutor ele também é corredor. Tô terminando de ler “Do Que Eu Falo Quando Falo de Corrida” e já com mais 4 títulos dele pra ler quando houver uma brecha.

03. viagem

Não sou uma pessoa meeeega viajada (por falta de grana mesmo) mas já tive a oportunidade de conhecer lugares bem incríveis. Ano passado, fui abençoada por uma força oculta e estive no Peru duas vezes, acredito que foi pra que eu pudesse me redimir por ter passado 32 anos sem visitar o país onde meu papai nasceu. Pela beleza dessa terra e pelo significado que cada passeio teve pra mim, sem dúvida essa foi a minha viagem favorita de toda essa vida.

04. música

Se é pra indicar uma música da vida, não tenho dúvidas que é Tonight, Tonight.

05. sapato

Você vai me ver 90% do tempo de tênis. Sejam os tênis de academia/corrida, ou mesmo no dia à dia, tenho prezado muito por conforto nos pés, principalmente depois da lesão. Sem falar que são super charmosos, né? Fazem a diferença num “look”. Amo muito, muito mesmo!

06. maquiagem

via

Posso estar de cara lavada mas não dispenso um batom. Clarinho, rosa, vermelhão. Líquido, matte, cremoso… confesso que por aqui a coleção é grande, muito batom pra pouca boca. Mas não dispenso uma novidade, tô sempre de olho nas lindezas que saem por aqui. Meus favoritos são os escuros foscos atualmente.

07. ídolo

Minha mãe. Que meu pai não leia esse post e fique com ciúmes e tal. Mas a “baixinha” é sinistra demais. Coração gigante, capaz de perdoar e amar na mesma intensidade. Queria ser 1/10 do que ela é nessa vida.

08. doce

Não sou muito formiga mas não dispenso uma sobremesa depois de uma refeição delícia. E o meu doce preferido é ele, o pudim de leite condensado. Gosto de pudim com furinho, gostinho de leite, sabe? E bastante calda pra deixar beeeem molhadinho. Ah, essa foto é do pudim que postei lá no Gordelícias.

09. foto

Pensei em escolher uma foto minha como preferida. Mas seria injusto com tantas fotos maravilhosas que existem por aí (e que também são minhas fotos favoritas). Como essa do beijo, fotografada por Alfred Eisenstaedt. Ela foi marcante pois simbolizou o momento de retorno das Forças Armadas norte-americanas após a Segunda Guerra Mundial (quando o Japão se rendeu e tal). Acho essa foto tão incrível pela delicadeza do olhar em capturar esse momento. E que beijo cinematográfico, né?

10. blog

Tenho muitos blogs favoritos porém vou indicar os que mais tenho lido nos últimos dias: os filhotes das amigas do #blogsladob – se você ainda não sabe o que é esse projeto, é só clicar aqui. São eles: Amanhã, eu te conto | Cozinho, Logo Existo | Girls With Style: GWS | Just Found | Não Me Mande Flores | Tem No Meu Quintal.

acompanhe o Maionese por aí:

curta a nossa página no Facebook siga no Instagram acompanhe os tweets

Dicas para novos bloggers | Maionese
conversas, www

Tá começando a blogar? Confira 7 dicas para iniciantes

Já faz um bom tempo desde que criei o meu primeiro blog. Eu devia ter mais ou menos uns 20 anos quando preenchi meu primeiro cadastro no Weblogger. Infelizmente não lembro do nome que dei no começo, só sei que meio sem querer fui conhecendo um tanto de gente legal. Algumas dessas pessoas mantenho contato até hoje, por sinal.

Pois bem, naquela época as coisas eram BEM diferentes de hoje. Criava-se um blog para falar sobre a vida e tudo que fazia parte dela. Música, faculdade, namoro, devaneios. Era um espaço para desabafos, “ouvidos” por muitos leitores nem sempre tão atenciosos assim (quem nunca recebeu aquele famoso “Oi, adorei aqui, passa lá no meu?” não é mesmo?). Pra galera mais old school, assusta um pouco ver os mais novos tão indecisos a respeito de criar um blog. As dúvidas giram em torno de “como ganhar dinheiro” ou “como me tornar famoso”. E não é pra menos, temos bons exemplos de que o jogo virou, não é mesmo? Mas onde você pode se encaixar se não quer FAMA, DINHEIRO, SEDUÇÃO? Dá pra ser feliz sem esses objetivos, viu? Mas, por onde começar?

Longe de ser a dona da verdade, compartilho com vocês alguns aprendizados que vim acumulado ao longo desses anos. Tem coisa que a gente (in)felizmente só aprende na prática e não tem jeito, não tem receita de bolo. Porém, dá pra galera mais experiente direcionar quem tá começando agora, de alguma forma. Seguem as minhas dicas:

Dicas para novos bloggers | Maionese

 Eu brinco dizendo que alguns blogs já nascem com CNPJ, visto que o blogueiro tem o declarado objetivo de monetizar o espaço de alguma forma. Dependendo do nicho, pode ser um empreendimento muito promissor. E eu digo isso pois alguns segmentos andam bem saturados e a concorrência pode ser mais agressiva. Portanto, definir o objetivo do seu blog é o primeiro passo pra quem tá começando. Vai ser só por diversão? Um experimento? Um laboratório de práticas? Um diário virtual? Um espaço para compartilhar coisas? Coloque tudo isso no papel e assim você conseguirá visualizar os próximos passos.

Dicas para novos bloggers | Maionese

 Você já sabe por que criou o blog e agora é hora de colocar a mão na massa. Além de escolher o layout, ajeitar uma coisinha aqui, outra ali, é preciso ter algum tempo livre para pensar no que escrever (além de escrever, de fato). Em alguns posts mais caprichados, eu chego a gastar 2h entre edição de fotos e montagem do texto, revisão… Dependendo do seu objetivo, haverá de investir mais/menos tempo em tarefas que vão desde criar o conteúdo a responder comentários.

tips-bloggers4

Acredito que esse seja o ponto de virada de muitos blogs hoje em dia. Blogs mais autorais estão com tudo. Não importa o nicho (moda, gastronomia, tecnologia…), as pessoas estão em busca de conteúdos cada vez mais caprichados. Aquele famoso copy + paste já não pega tão bem quanto há alguns anos. Esse ponto, aliás, tem muito a ver com o ponto “7”, que vamos falar mais pra frente.

Dedique um tempo à pesquisa de assuntos que podem ser bacanas de abordar. Assuntos que estão em alta e que você gostaria de emitir alguma opinião. Uma determinada banda que lançou disco novo e você tá doido pra comentar. Aquela coleção nova da loja x, que acabou de chegar nas araras. O que pode ser interessante de mostrar com o seu olhar?

tips-bloggers5

O Facebook reúne centenas de grupos dedicados a blogueiros. Alguns mais segmentados, outros voltados para divulgação… Euzinha mesmo faço parte do grupo mais bacana de toda a face da Terra, chamado Rotaroots e como eu aprendo e me sinto motivada com a troca entre os blogueiros. Acredito que seja imprescindível fazer parte de algum núcleo onde haja alguma troca de conhecimento. Seja um tutorial para ajustar o layout ou participar de postagens coletivas… Como é enriquecedor ser ativo na blogosfera.

tips-bloggers6

Esse ponto está ligado ao “3”, aliás devia ter colocado logo em seguida pra não perder o fio da meada. Como é importante ser organizado nesse mundo de blogs. Caderninhos, aplicativos de organização (Evernote, Wunderlist…), você escolhe o melhor jeito. Quantas vezes no meio de uma viagem de ônibus a gente não tem ideias maravilhosas de coisas para escrever no blog? Além de tomar nota desses assuntos, você pode criar um cronograma, para distribuir melhor o conteúdo ao longo do mês, por exemplo. Aliando o cronograma a um calendário, você ainda aproveita data comemorativa para escrever um pouco sobre o assunto, fazendo postagens mais pontuais (Dia da Mulher, Dia dos Namorados…).

tips-bloggers7

Nada pior do que acompanhar um blog, comentar, interagir no Instagram, no Facebook, e nada da pessoa responder, não é? Não seja esse tipo de pessoa. Você pode ser o blogueiro mais famoso do Brasil ou um iniciante, não é nada simpático ignorar quem está dedicando alguns minutinhos da vida com você! Lógico que quando nossos blogs começam a receber um número grande de interações fica um pouco mais difícil responder de imediato cada um  e tal. Tente reservar alguns minutos dentro da sua agenda para criar e fortalecer esse relacionamento com quem, de alguma forma bem gentil, apóia o seu trabalho.

tips-bloggers8

Essa dica aqui merece um post it no computador de todos nós. Imprima ao seu blog a sua marca registrada. Quem é você? Onde está você nos textos? Sua visão sobre o mundo, suas ideias, seu olhar? Nada mais sacal do que blog que a gente vê nitidamente que o autor força a barra pra ser bacana, cool, e acaba sendo superficial. Como faz diferença para os leitores perceber que em cada detalhe há um pouquinho de quem escreve naquele cantinho? Nunca esqueça dessa dica!

.

Espero que essas sete dicas ajudem vocês que estão começando a se divertir muito com seus blogs. Acima de tudo, é importante que a gente se sinta bem e feliz para que o trabalho flua de maneira saudável. De nada adianta investir tempo, dedicação, se organizar, estudar, abrir mão de um tempo que poderia estar sendo gasto no Netflix para produzir conteúdo forçado, que você mesmo não gostaria de ler. No fundo, não faz nenhum sentido, certo? Blogs precisam ser feitos, acima de tudo, com amor.

Este post faz parte do rotaroots, grupo de blogueiros de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogsfera viva. Se você se identifica com o projeto, vem com a gente clicando aqui.