Posts Tagged ‘natal’

Ideias para decorar a ceia de Natal

Há alguns anos divido a noite a ceia de Natal entre duas famílias (a minha e a do marido). Esse ano, vamos agitar um almoço e ceia mais cedo na casa dos meus pais, já que vovó dorme cedo e nunca aguenta esperar até a meia-noite.

Pra ajudar minha mãe com a decoração, recorri ao nosso amado amigo Pinterest em busca de referências. Compartilho com vocês algumas ideias bem simples e mais voltadas para o nosso país. Falo isso porque é lindo ver flocos de neve e outras coisinhas no Natal dos gringos. Mas, hellow, não tem nada a ver com o nosso clima e cultura. Que tal dar um toque mais brazuca? ;)

Para as comidinhas

Dicas de Natal | Maionese

O morango é uma mão na roda para fazer bolinhos e outras sobremesinhas com cara de Natal. Com um pouco de chantilly e uma pitada de paciência você obtém resultados incríveis!

arvore-comestivel

Essa árvore comestível é fofa e fácil de fazer. Podemos usar bolinhos de chuva, frutas cristalizadas, ovinhos de codorna… dê asas à imaginação! Fica super bonito na mesa de Natal e é bem prático na hora de servir.

cookies-natal

Biscoitinhos amanteigados são rápidos de fazer e as receitas geralmente rendem horrores. Uma sugestão bacana de presentinho, as crianças adoram! Para fazer os biscoitinhos, tem receita lá no Gordelícias!

talheres-meia

Que tal colocar os talheres dentro de meias de Natal? Um charme só, ainda mais se colocado em uma mesa com louça em cor discreta. Ideia simples!

Para decorar o ambiente

canela-vela

flores-velas

Adoro a luz que emana de velas. Essa ideia da canela certamente vai pintar aqui em casa. Já tô imaginando o aroma das ramas de canela se espalhando pelo ambiente. Cuidado ao usar deixar velas acesas próximas a materiais inflamáveis. Não queremos acidentes bem na noite de Natal, certo?

lacos-cadeiras

natal-adesivos

Não tem espaço para montar uma árvore de Natal? Uma ideia divertida é criar uma feita apenas com adesivos. Se tiver filhos, rende uma brincadeira bem gostosa.

star-lights

vasinhos-grama

Tem mais algumas ideias lá no board “Então é Natal“, no meu perfil do Pinterest.

PLUS: para decorar os seus presentinhos de Natal, que tal fazer as próprias tags? No Pinterest, encontrei vários arquivos para download, é só escolher o preferido e mandar bala!

No iPod: She & Him – Baby, It’s Cold Outside

baby3

Adoro esse clima de Natal. As bandas/grupos mais lindos entram no clima e fazem seus EPs especiais pra ocasião. O She & Him é um deles e fez um vídeo tão engraçadinho e fofo para a canção “Baby, It’s Cold Outside” que está no EP “A Very She & Him Christmas” – um álbum especial para o Natal, com 12 versões feitas pela dupla para canções clássicas de Natal.

A Very She & Him Christmas

Aliás, bateu uma saudade de Natal com neve. Passei dois na minha vida e posso dizer que é realmente lindo, é realmente tudo aquilo que a gente imagina quando é criança. Os dias escurecem mais cedo (por volta das 17h) e o clima frio + neve + luz baixinha faz toda a diferença. Mas já que estamos no Brasil, só nos resta beber muita água e suar na cozinha, assando o tender bolinha de Natal. E eu adoro! <3

baby2

baby5

baby4

Baby, It's Cold Outside

Assista ao clipe de “Baby, It’s Cold Outside” clicando aqui ou no player abaixo:

 

Conversinha de Natal

O Natal chegou e com ele vem sempre a certeza de que o tempo está passando rápido.

Há 12 anos, meus anos eram medidos com duas férias escolares e períodos de provas. Nas férias, a certeza de poder dormir até mais tarde e assistir aos filmes da Sessão da Tarde. Comer como se não houvesse amanhã também fazia parte dessa época, eu era tão magrelinha que mandava qualquer coisa pra dentro e o corpinho continuava em forma.

O Natal hoje tem outro significado pra mim. Aliás, a cada ano que passa, ele ganha mais peso e importância. Esse ano, será o primeiro Natal sem o meu irmão em casa – agora que ele é um homem casado. É também um momento de pensar sobre as conquistas de 2011. Porque, por mais que ao virar do ano eu continue no mesmo emprego (graças a Deus), com o mesmo namorado e morando (ainda) no mesmo lugar, é como se tivéssemos a oportunidade mágica de zerar certas pendências, fazendo votos para que o próximo ano seja ainda melhor.

A grande verdade é que a gente nunca vai saber o que nos espera nos próximos 12 meses. Mas é aquela: boa parte do que está por vir está sendo construído, a cada dia, por nós mesmos.

Amo o Natal não só pelos presentes mas pela oportunidade de ficar ainda mais próxima da minha família, mesmo que por uma tarde. Na cozinha, assando junto com o peru de Natal, a gente conversa e sempre passa um filme desde o dia em que eu comecei a lembrar de tudo e todos. Hoje, com quase 30, ainda lembro dos primeiros natais, com chuva, à espera do “papai noel” (que a gente sempre soube que não existia). E assim vieram os primeiros vídeo games, o ferrorama, a casa da Barbie e, mais do que isso, mamãe, papai e vovó juntos. Sempre juntos!

Minha infância foi muito marcada pelo Snoopy e, como toda criança, eu tinha os meus personagens favoritos. Um dos meus preferidos era o Charlie Brown, que sempre me chamou atenção por toda a melancolia e tristeza que aquele menininho sentia.

Eu era viciada no especial de Natal deles e mesmo com o passar dos anos, essa cena aqui nunca saiu muito da minha cabeça:

Charlie Brown nunca entendeu o espírito do Natal. E eu me refiro a “Natal” não como uma data religiosa ou comercial mas como um momento pra estar junto, uma pausa meio que obrigatória pra que as pessoas possam conversar e se curtirem. E eu vejo tantos “Charlie Browns” por aí…

Na dúvida, eu prefiro aproveitar a data pra desejar aos meus amados tudo o que não consigo fazer ao longo do ano, seja porque a gente “não tem tempo” ou porque acabou não rolando: amor, tranquilidade e serenidade para seguir o resto dos dias.

feliz natal, pessoal!

Desde pequena tenho um Natal bem diferente dos natais de novela: aquela coisa cheia de gente, com MUITA comida, todo mundo mega arrumado trocando presentes. Família pequena tem disso, quem tem sabe como é. Hoje tô crescidinha e mesmo sem toda a pompa e “aplitude” das reuniões, o Natal tem, ainda assim, um significado todo especial. Talvez porque tenha passado dois natais sozinha, longe fisicamente dessa família que é pequena só no número de pessoas.

O que é o Natal pra você?

Pra muitos, é uma noite chata, onde as pessoas são obrigadas a ficar em casa fazendo média com tios e tias distantes. Pra outros, é um momento de reunião, de reencontro, paz e amor. Seja qual for o significado do Natal pra você, espero que seja um dia bom e especial. Fato que a sociedade pós-moderna transformou uma data cristã em algo banalizado, sinônimo de PRESENTE e COMILANÇA. Não fique triste se o seu Natal não teve nada disso, o Natal vai além de presentes, amigo oculto e rabanadas… ;)

Essa é uma mensagem que me acompanha desde a infância:

E repetindo a “velha máxima”: Natal é todo dia.

Feliz Natal pra vocês!